Vendas de imóveis em BH no Feirão Caixa crescem 139%

0
364
Vendas de imóveis cresceram quase 150% no Feirão da Caixa em BH. O casal Douglas e Ana Carolina fechou negócio da casa própria. Foto: Klecius Henrique/divulgação Caixa
Vendas de imóveis cresceram quase 150% no Feirão da Caixa em BH. O casal Douglas e Ana Carolina fechou negócio da casa própria. Foto: Klecius Henrique/divulgação Caixa
Vendas de imóveis movimentam R$ 489 milhões durante o evento na capital mineira

As vendas de imóveis durante  12º Feirão da Caixa ajudaram a reaquecer o mercado imobiliário em Belo Horizonte e deram um  novo fôlego à economia mineira. O  evento, realizado no último fim de semana na capital mineira, movimentou cerca de R$ 489 milhões, quase 150% a mais que os R$ 195 milhões gerados durante o Feirão de 2015.

Foram fechados 2.817 contratos de vendas de imóveis em três dias de evento no Expominas,  número 139% maior na comparação com as unidades comercializadas no evento no ano passado. Ao todo, foram comercializados 14% dos  imóveis ofertados, ao preço médio de R$ 173 mil.   

De acordo com o vice-presidente do Sindicato da indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Evandro Veiga Negrão de Lima Jr., os números superaram as expectativas. “Mesmo com o cenário econômico delicado do nosso país, as pessoas têm se organizado melhor e buscado adquirir o imóvel próprio. Foram vendidos mais do que o dobro das 1.176 unidades da edição do ano anterior.  Estamos satisfeitos com o resultado. O Feirão gerou uma movimentação forte no mercado, o  que dá um novo gás para a construção civil no nosso Estado”, pontua Lima Jr.

Estavam à disposição dos clientes 19 mil imóveis, novos e usados, e cerca de 40 construtoras e 25 correspondentes imobiliários Caixa ocuparam os estandes do evento.  Dos 300 imóveis adjudicados – retomados pela Caixa por falta de pagamento –, prontos para a venda imediata no Feirão, quatro foram vendidos ao preço médio de R$ 141 mil cada. O preço ficou 20% abaixo do valor de mercado, pois essas unidades foram avaliadas, em média, em R$ 176 mil.

Segundo a Caixa, o volume de interessados em participar dos próximos leilões também foi significativo. Mais de 600 pessoas se inscreveram. O próximo leilão será no dia 20 de junho, na gerência de alienação da Caixa Econômica, na avenida Brasil.

Descontos e lançamentos

Imobiliárias e construtoras aproveitaram o evento para atrair os clientes com promoções e descontos. De acordo com o diretor-comercial e de Marketing da Direcional, Guilherme Diamante, a construtora fechou o evento com o saldo positivo e a procura por seus imóveis  triplicou.  “Nessa edição, notamos que as pessoas interessadas em comprar já vieram com um planejamento. Elas buscaram as alternativas que condiziam com as suas condições financeiras. Fomos muito procurados durante o evento. Nos próximos dias, ainda vamos concretizar muitas negociações que foram iniciadas no Feirão”, afirma Diamante.

Para a incorporadora Sancruza, o evento confirmou o bom momento do mercado imobiliário. “O público estava decidido a negociar e quem foi ao evento fechou o melhor negócio. Recebemos uma média de 700 visitas, fechamos 16 contratos e outros oito estão com a documentação adiantada e serão assinados ainda nesta semana.  Além disso, temos muitos encontros agendados  nos próximos 10 dias com clientes para visitação e negociação”, conta o diretor comercial da empresa, Carlos Henrique Santos.  

Já  a MRV  Engenharia realizou 711 atendimentos, que se converteram em 71 reservas de imóveis. “Além de o cliente não precisar ir a vários lugares escolher, o que potencializa o fechamento do negócio, concentrar num local as ofertas permitiu vender um volume acima do normal”, explica Sandro Perín, gestor executivo da construtora.

Segundo o diretor da Neocasa, André Sampaio, as negociações da construtora também superaram as expectativas. Foram 600 visitas ao estande, o que resultou em cerca de 35 unidades comercializadas. “Os imóveis que colocamos à venda obtiveram ótima procura. Desde o primeiro dia do evento, nossas expectativas foram superadas. Além disso, temos ainda mais de 30 unidades em  fase adiantada de negociação”, destaca Sampaio. 

Comodidade

As mesmas condições de financiamento oferecidas no Feirão continuam nas agências da Caixa Econômica. Pela internet, o Feirão da Caixa oferece a opção do simulador habitacional, que ainda pode ser acessado no portal da instituição (www.caixa.gov.br). Na ferramenta, é possível calcular e visualizar vários cenários e valores e ainda escolher a opção que mais se encaixa no rendimento familiar. As linhas de financiamento para a casa própria da instituição atendem a todas as faixas de renda familiar, com prazo de pagamento de até 30 anos.