Vendas de imóveis caem 2% nos últimos 12 meses

0
103
A relação entre distratos e vendas de imóveis foi de 50,9% nos últimos 12 meses
Residenciais de médio e alto padrão representaram queda de 13,6% nas vendas de imóveis

As vendas de imóveis caíram 2% nos últimos 12 meses, de acordo com o levantamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), encomendado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). De acordo com informações das empresas associadas à Abrainc, foram lançadas cerca de 69,5 mil unidades nos últimos 12 meses, entre empreendimentos residenciais, comerciais e de desenvolvimento urbano. Esse volume corresponde a um aumento de 8,0% em relação ao período anterior. No mesmo intervalo, foram vendidas 103,7 mil unidades (queda de 2,0%) e entregues 126,1 mil unidades (alta de 3,3%).

Os empreendimentos residenciais de médio e alto padrão (MAP) responderam por 20,1% do total de unidades lançadas, 34,9% das unidades vendidas, 39,1% das entregas e 36,9% da oferta média do período. No comparativo de 12 meses, os lançamentos do segmento recuaram 0,9% em relação ao período precedente, ao passo que as vendas apresentaram queda de 13,6%. Na mesma base, as entregas de empreendimentos MAP aumentaram ligeiramente, em 1,5%, enquanto o volume médio ofertado no segmento declinou 8,2%.

Distritos superam 50%

A relação entre distratos e vendas foi de 50,9% nos últimos 12 meses. Levando-se em conta a safra de lançamentos mais antiga do segmento na série histórica (1o trimestre de 2014) a proporção de unidades distratadas entre as unidades vendidas do segmento MAP foi de 30,6%.

Evolução das vendas de imóveis
Evolução das vendas de imóveis

Minha Casa Minha Vida

Os empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) foram responsáveis, nos últimos 12 meses, por 78,1% das unidades lançadas, 55,8% das unidades vendidas, 48,6% das entregas e 46,6% da oferta média disponível ao longo do período. Em termos de variação, o comparativo de 12 meses indica que os lançamentos do programa MCMV foram 14,8% superiores ao total contabilizado no período anterior, tendência positiva acompanhada pelas vendas (+18,7%), entregas (+1,9%) e também pela oferta média (+31,6%) do programa.

Considerando a safra de lançamentos MCMV mais antiga da série histórica (1o. trimestre de 2014) a proporção de unidades distratadas entre as unidades vendidas atingiu a marca de 19,5%, ao passo que a relação entre distratos e vendas do segmento foi de 22,4% nos últimos 12 meses.