Valorize o pé-direito duplo

0
794
Projeto Analu Guimarães: O quarto tem um imponente pé-direito duplo que é ainda mais destacado pelo papel de parede vinho colocado no teto
Projeto Analu Guimarães: O quarto tem um imponente pé-direito duplo que é ainda mais destacado pelo papel de parede vinho colocado no teto
A designer de interiores Analu Guimarães dá dicas de como valorizar o pé-direito duplo de uma maneira bela e nada convencional

O pé-direito duplo traz nobreza, charme e um ar imponente ao ambiente. Além disso, é uma ótima forma de promover as sensações de amplitude e liberdade. Para dar destaque a esse elemento arquitetônico, é muito comum o uso de grandes pendentes.

No entanto, a designer e artista plástica Analu Guimarães mostrou que é possível fugir dos padrões e conseguir um resultado que surpreenda e encante. A profissional fugiu totalmente do óbvio ao destacar ainda mais o pé-direito duplo em seu ambiente, O Quarto da Moça, na mostra Morar Mais Por Menos 2014.

Para conseguir um efeito inovador, Analu lançou mão de artifícios nada convencionais, como um papel de parede vinho. “O papel de parede cobriu não apenas o teto, mas também a parede alta. Isso destacou toda a área acima do nosso plano e uniu as faces como pertencentes a um universo separado. A curva em gesso, no encontro entre o teto e a parede, suavizou a quina que era bem acentuada”, conta a designer.

Outro ângulo do quarto projetado por Analu Guimarães
Outro ângulo do quarto projetado por Analu Guimarães

Além desse elemento escolhido pela designer para destacar com criatividade e charme do pé-direito duplo, existem outros recursos que proporcionam o mesmo efeito. A profissional compartilha alguns: “Pode-se utilizar painéis que vão do chão ao teto. Outro item que cai bem é um jardim vertical. Há ainda a opção de uma parede com revestimento de textura bem significativa ou um quadro de grande proporção”.

No entanto, é importante também estar atento a alguns cuidados para não perder a harmonia. “É importante não utilizar peças pequenas, pois elas não terão significado no espaço. Abuse sem medo no tamanho das luminárias, quadros, estampas e cores. Cuidado apenas para não destacar a parte superior do espaço mais que a parte utilitária. É importante também que o pé-direto duplo conserve o aspecto de um espaço a mais, livre, amplo”, diz Analu.