Taxa de condomínios: Inadimplência em São Paulo cresce 5%

0
256
atraso nas taxas de condomínios, abriram 675 processos em São Paulo.
Em fevereiro, 675 processos em São Paulo por atraso nas taxas de condomínios

Levantamento do Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), realizado junto ao Tribunal de Justiça do Estado, mostra que o número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa de condomínios aumentou 4,98% em fevereiro..

Foram registrados 675 processos em fevereiro, contra 643 ações ajuizadas em janeiro deste ano. Na comparação com o número de ações registradas em fevereiro de 2013 (563 casos), a alta foi bem maior: 19,9%.

Em fevereiro, 675 processos em São Paulo por atraso nas taxas de condomínios
Em fevereiro,  foram registrados 675 processos em São Paulo por atraso nas taxas de condomínios

Por outro lado, houve queda no acumulado do primeiro bimestre. Em janeiro e fevereiro de 2014, foram computadas 1.318 ações, contra 1.548 totalizadas em igual período do ano passado, um recuo de 14,9%. A tendência de queda também é percebida no acumulado dos últimos 12 meses. De março de 2013 a fevereiro de 2014, houve o registro de 9.451 ações, 8% a menos que as 10.275 ajuizadas entre março de 2012 e fevereiro de 2013.

Para o vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Sindicato, Hubert Gebara, o que pode ter contribuído para o aumento são as despesas de início de ano, como IPVA, IPTU, matrícula e material escolar, entre outras que, “comprimem o orçamento doméstico.”

Contudo, Gebara acredita que a alta em fevereiro é pontual e não deverá alterar o quadro de estabilidade observado nos últimos meses. “Ainda neste primeiro semestre, a tendência de queda deve ser retomada”, destacou.
Fonte: Secovi-SP.