Sofisticação tecnológica na Casa Cor Minas

0
535

Nos ambientes da mostra, a tecnologia traz conforto, praticidade e diversão

Conforto, sofisticação e automação. Essas são características marcantes em alguns ambientes da Casa Cor Minas Gerais 2011. Soluções em controle do ambiente com gestos, iPad ou até mesmo a partir de um cubo,garantem um sistema eficiente que pode ser instalado em todos os cômodos de uma casa. O Home Theater da Família é um desses ambientes. Projeto automatizado por completo, idealizado pela arquiteta, urbanista e designer de interiores Isabella Magalhães, permite que até pessoas que tenham certa deficiência física possam abrir ou fechar cortinas, por exemplo. Após customizar os gestos, as pessoas podem ligar ou desligar a TV, mudar de canal ou acender as luzes. Além disso, o ambiente é convidativo para passar um bom tempo com a família e amigos. Um telão substitui a TV convencional e há um sistema de filme 3D com direito a trepidar dos sofás durante os filmes.

A automação utilizada nesse ambiente é chamada de Sistema de Reconhecimento de Gestos. O funcionamento acontece da seguinte forma: uma pessoa registra gestos que irão funcionar como ordens. Pode ser programado também que, ao se sentar em frente à TV, as luzes apaguem. Ao se levantar, as luzes acendam. Nesse mesmo ambiente, também pode ser utilizado um smartphone para controlar a outra TV do local.

Aproveitar ao máximo cada minuto do dia é o que a maioria das pessoas busca. Então, por que não otimizar o tempo que é gasto no banho? O ambiente Spa Santa Cruz Acabamentos, projetado pelo arquiteto Pedro Lázaro,mostra que é possível telefonar e tomar banho ao mesmo tempo. Ou tomar banho e ouvir rádio e as músicas prediletas em MP3. Isso tudo, por meio de um Ipad que é acoplado no boxe do chuveiro. Além disso, o Ipad tem um alarme de segurança, caso a pessoa passe mal, com um toque ela aciona o alarme para pedir ajuda.

Além do banheiro, a tecnologia também está presente no quarto: Já imaginou escolher suas roupas por meio de um Ipad? E ainda receber informações em quais ocasiões utilizou aquela peça? No ambiente denominado de Loft da Campeã de Golf, projetado pela arquiteta e design de interiores Cristina Morethson e pelo engenheiro e design Angelo Coelho, é apresentado um closet automatizado que garante mais rapidez e conforto na hora de se vestir. Nesse projeto, há também uma TV que gira em torno de uma ilha do loft,possibilitando que ela possa ser vista em diferentes locais do ambiente.

Outra grande novidade é a automação por meio de um cubo. Essa foi a forma inusitada que o arquiteto e designer Cioli Cássius Stancioli escolheu para automatizar o projeto que criou: o loft do Ronaldo Fraga. Similar a um dado, com as numerações em cada face, cada lado do cubo é responsável por uma ação dentro do loft: acender e apagar luzes ou abrir e fechar as cortinas. E essa automação pode ser acrescentada nos armários para abri-los ou fechá-los, por exemplo. Esse sistema pode ser utilizado não só em um cômodo, mas em toda uma casa, com a possibilidade de economia de energia.

Na Casa Cor, é possível verificar que a

Ambiente Varanda_do_Bem_Viver1/

tecnologia veio para deixar os dias mais práticos e divertidos. No ambiente Varanda do Bem Viver, projetado pela arquiteta Camila Guerra Henriques, por exemplo, a mesa touch screen oferece diferentes possibilidades: pode ser usada para games de tabuleiro para grupos de até quatro pessoas; acessar internet (para consultar receitas, por exemplo); para controlar a outra TV do local e todas as luzes do ambiente. 

 Mais novidades

Outras soluções também podem ser encontradas na mostra: no loft Jornalista Leila Ferreira, criado pelas arquitetas Marli Viana e Valéria Leão, os armários são abertos por uma pequena pressão feita pela mão, luzes são acionadas dentro dos móveis quando abertos e a TV pode ser usada como um espelho quando desligada.

Já no loft da Cantora Paula Fernandes, a decoradora Danielli Bellini e o arquiteto Luis Gustavo Bellini, responsáveis pelo ambiente, apresentam uma projeção do data-show em um vidro. Dessa forma é possível assistir a vídeos tanto dentro do quarto, quanto do banheiro.

Outro destaque é a solução trazida pelos arquitetos Celeno Ivanovo e Luiz Henrique Ribeiro. Na Suíte para o Governador, projetada pelos dois profissionais, é utilizado o vidro privacy. Esse produto é transparente, mas quando alguém está no banheiro, o vidro fica opaco. Isso acontece porque o material recebe descargas elétricas. Na prática, pode ser muito útil em banheiros de estabelecimentos, por exemplo, que tem vários boxes. Com o vidroprivacy, os usuários não precisam bater de porta em porta para ver qual está desocupado, porque a porta estará transparente quando o local estiver desocupado. Ambiente SPA_Santa_Cruz_Acabamentos