Sala de jantar ajuda a unir a família

0
707
Com revestimentos mais aconchegantes como a madeira, a sala de jantar se torna mais acolhedora. Foto: Rodrigo Marcandier
Com revestimentos mais aconchegantes como a madeira, a sala de jantar se torna mais acolhedora. Foto: Rodrigo Marcandier
Para  proporcionar mais conversas ao redor da mesa, profissionais da arquitetura ajudam a criar uma sala de jantar mais acolhedora e propícia para a aproximação familiar

A sala de jantar se transforma em um ambiente muito importante dentro de casa para que, quem sabe, ao menos na hora das refeições o diálogo prevaleça. A correria do dia a dia, WhatsApp, internet, smartphones de última geração e as tecnologias da vida moderna estão se tornando empecilhos da união familiar. São raros os momentos de conversa entre casais, pais e filhos ou irmãos.

Com revestimentos mais aconchegantes como a madeira, a sala de jantar se torna mais acolhedora. Foto: Rodrigo Marcandier
Com revestimentos mais aconchegantes como a madeira, a sala de jantar se torna mais acolhedora. Foto: Rodrigo Marcandier

É essencial que o mobiliário e o clima da sala de jantar busquem aproximar ainda mais a família e fazer com que todos tenham prazer em sentar em volta da mesa para conversar e estarem mais próximos uns dos outros. Um dos pontos principais é retirar deste ambiente atrativos que chamem a atenção das pessoas, fazendo-as perceber que aquele momento é único para a interação familiar. “É importante que o ambiente não contenha elementos de distração como televisões ligadas, tablets e computadores”, ressalta a arquiteta Carmen Calixto.

A arquiteta também explica a importância da integração da criança junto à mesa dos pais: “A criança deve ter seu lugar à mesa. É importante que sejam utilizadas cadeiras que permitam o uso da cadeirinha infantil. Quando as cadeiras não permitem a adaptação deste dispositivo, temos que escolher uma mesa que permita a utilização da cadeirinha suspensa”, sugere Carmen Calixto.

Uma perfeita combinação de estilos pode ajudar e muito a transformar a hora das refeições em momentos de alegria e mais contato familiar. A arquiteta Isabela Canaan dá dicas de como tornar essa aproximação possível: “Para promover a conversa entre os membros da família o uso de mesa não tão longa, ajuda bastante. Pode ser quadrada, oval ou redonda, porém que não distancie as pessoas e as impeça de interagir com todos que estão à mesa. O fato de poder dividir uma mesa grande em duas também diminui a formalidade do ambiente, mesmo com mais lugares, e confere maior aconchego”, ressalta.

Revestimentos aconchegantes e mobiliários confortáveis compõem um ambiente bem mais convidativo para unir as pessoas. “Ao priorizarmos revestimentos mais aconchegantes como a madeira, tornamos o ambiente mais acolhedor. As cadeiras acolchoadas e confortáveis são um bom incentivo para as reuniões em família. Se usarmos materiais frios, como tampos de vidro e lacas, é importante sempre pontuar um elemento mais natural para tornar o ambiente mais agradável”, explica a arquiteta Carmen Calixto.

A iluminação também é um fator preponderante na hora de planejar a sala de refeições. As luzes podem influenciar no ambiente e ajudar a acolher as pessoas que estão em volta da mesa. “Usar o recurso do projeto luminotécnico com mais de um efeito de luz e mais de um tipo de lâmpada, com temperatura de cor variadas para criar mais de um cenário para o ambiente, cria efeitos mais descontraídos, mais íntimos e informais”, pontua a arquiteta Isabela Canaan.

Para criar um efeito mais descontraído, mais íntimo e informal na sala de jantar é essencial investir num bom projeto luminotécnico
Para criar um efeito mais descontraído, mais íntimo e informal na sala de jantar é essencial investir num bom projeto luminotécnico

O mobiliário deve ser extremamente confortável e a decoração da mesa também precisa ser atrativa. O uso de jogos americanos, por exemplo, é um ponto favorável. O essencial é fazer com que a sala de refeições seja o ambiente onde todos os membros da família queiram estar, principalmente, juntos.