Saiba que tipo de cobertura tem o seguro residencial

0
438
Seguros residenciais comuns não cobrem sinistro de obras de arte

Decorar e equipar uma casa são prazeres para muitas pessoas. Mas, além de dar trabalho, normalmente custam caro. Por isso, para evitar aborrecimento, o seguro residencial é uma garantia de que seus bens estão preservados. Mas você sabe o que esse tipo de seguro cobre e como utilizá-lo?

A primeira dica para contratar um seguro é o cliente certificar-se da idoneidade da seguradora, se ela realmente, em caso de indenização, cumpre o prazo. Outra dica dada ao cliente é contratar o serviço calculando apenas o valor do imóvel e dos pertences e não um valor acima do real. Afinal de contas, o seguro não deve ser feito com objetivo de ter lucro, mas de ter certeza da garantia de que você terá de novo o seu bem.

A apólice de roubo, por exemplo, tem cobertura para eletroeletrônicos e alguns itens de vestuários. Jóias, quadros, itens de coleções (cd’s, dvd’s, livros) e obras de arte não possuem cobertura, mas algumas seguradoras oferecem seguros específicos para esses produtos.

Sempre que acontecer um sinistro, seja qual for a origem, o contato com a central de atendimento da seguradora deve ser imediato para deixá-la ciente do acontecimento e pedir a abertura da ocorrência. Afinal de contas, quanto mais rápido o cliente entrar em contato, mais rápido irá receber a indenização.

Para garantir a indenização de eletroeletrônicos, quando o produto não possuir nota fiscal, é necessário que, no ato da assinatura do contrato, os produtos sejam relacionados em uma lista que deverá ser protocolada e arquivada junto à sua apólice.

A funcionária pública Cássia de Moura Junqueira já precisou utilizar o seguro residencial após um temporal que queimou alguns eletrodomésticos. Ela afirma que, mesmo não tendo nota fiscal do produto, não teve dificuldade na hora de pedir o ressarcimento do produto. “O equipamento que queimou não tinha nota fiscal, mas estava na relação. Então eles fizeram a média do valor do ano do equipamento e me ressarciram uma média. Eu não demorei pra receber, foram mais ou menos 15 dias”, afirma.

Em situações em que o equipamento não possuir nota fiscal, pelo boletim de ocorrência, a seguradora vai ver a relação dos itens que foram roubados e vai fazer uma comparação com o que você contratou. O que tiver nota fiscal, mesmo que não esteja nesta relação, será assegurado, mas até o limite que você contratou na sua apólice. Já no caso de dano em um aparelho eletroeletrônico, a seguradora vai pedir três orçamentos, pra que ela tenha um parâmetro de valor e a causa.

Vantagens extras
O mais interessante no seguro de residencial é a assistência 24 horas. Algumas seguradoras oferecem o serviço completo de chaveiro, encanador, bombeiro hidráulico, revisão na rede elétrica da residência e até instalação de varal de teto. Para esses serviços, existe o limite anual, mas raramente é necessário ultrapassá-lo. São serviços agregados que fazem toda a diferença.