Reformar traz bem-estar e valoriza o imóvel

0
452
Se a intenção é valorizar o imóvel, a arquiteta Estela Netto indica fazer um décor mais neutro e atemporal

Reformar com intuito de valorização da morada está sendo cada vez mais requisitada. Essa é uma forma de trazer mais bem-estar e aconchego ao lar e ainda assegurar um bom valor na hora da venda do imóvel

Se a intenção é valorizar o imóvel, a arquiteta Estela Netto indica fazer um décor mais neutro e atemporal
Se a intenção é valorizar o imóvel, a arquiteta Estela Netto indica fazer um décor mais neutro e atemporal

Somente no ano de 2012, os gastos com reformas domésticas chegaram a 80 bilhões, aproximadamente. Neste ano, estima-se um aumento de 6% nesse valor, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT). Grande parte das reformas feitas pelos brasileiros tem o intuito de valorizar a construção.

Alguns reparos em itens específicos são indispensáveis para valorizar a casa. A arquiteta Adriana Morávia ensina quais ambientes devem passar por melhorias: “Em apartamentos antigos, deve-se reformar os banheiros, incluindo a troca de toda rede hidráulica e elétrica. Essa ação evita problemas futuros com as infiltrações. A troca do piso também causa um impacto positivo”.

A iluminação também tem papel importante na hora de valorizar o imóvel. “Um projeto de iluminação possibilita uma infinidade de recursos trazendo conforto e bem-estar”, conta Adriana. Investir em boas esquadrias e em metais de qualidade também ajudam a aumentar o valor de mercado da casa.

Mas a arquiteta e colunista do Portal emorar Estela Netto alerta: alguns reparos podem ter efeito contrário e desvalorizar a morada: “Paredes com revestimentos especiais, cores e forros de gesso muito desenhadas não ajudam a venda, pois se tratam do repertório estético pessoal de cada morador. Se a intenção é valorizar o imóvel, a casa deve ter um décor mais neutro e atemporal”.

Deve-se ter em mente também que a região onde está localizado o imóvel vai determinar o valor. “Não faz sentido investir um grande volume de recursos em uma morada que está situada em um bairro que não é muito valorizado. No momento de vender, a metragem e o bairro influenciam no preço”, destaca Estela.

Em apartamentos mais antigos, a arquiteta Adriana Morávia recomenda a troca hidráulica e elétrica
Em apartamentos mais antigos, a arquiteta Adriana Morávia recomenda a troca hidráulica e elétrica.Foto: Alexandre Lima

Para quem estar determinado em reformar, o mais importante é planejar e ter em mente que todo processo é passageiro, assim evita-se estresse e dores de cabeça. “É importante sempre lembrar-se que esse momento vai passar e que vai trazer mais comodidade e bem-estar, além de agregar valor ao imóvel. Para que essa fase seja mais tranquila, conte com a orientação de um profissional e antecipe a compra dos materiais”, diz Adriana.

Leia mais sobre reformas.