Projetos imobiliários: PBH aprova 315 no 1º trimestre de 2014

0
314
O valor venal dos imóveis cobrado no ITBI em BH será investigado pelo Ministério Público
O metro quadrado em Belo Horizonte em setembro vale R$ 5.890,00, segundo pesquisa de preços de imóveis da FipeZap

Região Centro-Sul tem o maior número de novas construções 

No primeiro trimestre de 2014, a Prefeitura de Belo Horizonte aprovou 315 projetos imobiliários, o que representou uma queda de 19,4% em comparação ao último trimestre de 2013, quando houve 391 aprovações. Esses dados são da pesquisa realizada pela Câmara do Mercado Imobiliário (CMI/Secovi-MG), em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). O levantamento contabiliza o número de projetos arquitetônicos aprovados na cidade, segmentados por regiões e tipos imobiliários.

O número de projetos imobiliários aprovados pela Prefeitura da capital mineira caiu  19,4% no primeiro trimestre de 2014
Os projetos imobiliários aprovados pela Prefeitura da capital mineira caíram 19,4% no primeiro trimestre de 2014

Ao segmentar por regiões de Belo Horizonte, a Centro-sul foi o destaque de janeiro a março deste ano, com o maior número de aprovações no período: 69 projetos, no total, diante de 46 nos meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado.

Por segmento imobiliário, a pesquisa apontou que os imóveis residenciais registraram o maior número de aprovações no primeiro trimestre de 2014: 194 (sete casas —exceto em conjuntos habitacionais— e 187 prédios). Já no último trimestre de 2013, foram 282 aprovações residenciais, sendo 59 casas e 223 prédios.

Já os imóveis comerciais chegaram a 102 projetos no primeiro trimestre de 2014, enquanto os imóveis mistos (comerciais e residenciais em um mesmo empreendimento) tiveram 19 aprovações no período. Nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2013, foram 86 aprovações no segmento de comerciais e 23 nos mistos. No mês de março, foram aprovados 82 projetos, número menor do que os registrados em janeiro e fevereiro: 122 e 111, respectivamente.

Segmentada por regionais de Belo Horizonte, exceto a Centro-Sul, todas as regiões registraram redução no número de aprovações de projetos imobiliários no primeiro trimestre de 2014 em comparação com o último do ano passado. Os números são os seguintes:

Último trimestre/13 Primeiro trimestre/14
Barreiro 35 30
Centro Sul 46 69
Leste 17 16
Nordeste 38 20
Noroeste 36 24
Norte 28 20
Oeste 58 50
Pampulha 74 63
Venda Nova 59 23