Projetos imobiliários em BH caem 39,2% no primeiro semestre

0
271
Pesquisa do Secovi/MG mostra que os preços de apartamentos em BH subiram 8,53% em 2014
Pesquisa do Secovi/MG mostra que os preços de apartamentos em BH subiram 8,53% em 2014

Região Centro-Sul da capital mineira teve maior concentração em junho, com 22 projetos aprovados 

No primeiro semestre de 2014 (janeiro a junho), a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) aprovou 568 projetos imobiliários, o que corresponde a uma queda de 39,2% em relação ao apurado no segundo semestre de 2013, quando foram registradas 934 aprovações. Esses dados integram análise feita pela Câmara do Mercado Imobiliário  (CMI/Secovi-MG), a partir de dados fornecidos pela PBH.

Número de projetos imobiliários aprovados em Belo Horizonte caiu 39,2% no primeiro semestre de 2014
Número de projetos imobiliários aprovados em Belo Horizonte caiu 39,2% no primeiro semestre de 2014

De janeiro a abril deste ano, o levantamento mostrou uma tendência de queda contínua: janeiro (122), fevereiro (107), março (81) e abril (77). No entanto, em maio e junho de 2014, o número de projetos imobiliários aprovados aumentou: no mês de junho, a pesquisa registrou 99 projetos aprovados na prefeitura, alta de 20,7% em relação ao mês de maio, em que foram apuradas 82 aprovações. Para Otimar Bicalho, presidente da CMI/Secovi-MG, a possibilidade de uma nova Lei de Uso e Ocupação do Solo tem feito o número de aprovações aumentar gradativamente. “Acredito que esse aumento no número de projetos aprovados pela PBH vai continuar até o fim do ano. Isso vai ocorrer não pela expectativa no aumento das vendas, mas para que se possa garantir o direito ao coeficiente de aproveitamento vigente”, aponta.

No mês de junho, a pesquisa aponta que, do total de 99 projetos aprovados, 10 são de casas unifamiliares e 89 projetos são multifamiliares (edifícios), sendo 24 de comerciais, nove de mistos e 56 de apartamentos. Foram lançados 844 apartamentos no mercado de Belo Horizonte em junho, com uma média de 15 unidades por prédio. Em relação à concentração de projetos imobiliários aprovados por região de Belo Horizonte, o destaque do mês de junho foi a Centro-Sul: 22 aprovações. A Pampulha aparece na segunda colocação, com 20 aprovações, seguida da Nordeste (13), Oeste (11), Venda Nova (10), Barreiro (10), Leste (6), Norte (5) e Noroeste (2).