Preços de imóveis continuam abaixo da inflação

0
144
Os preços de imóveis no Rio de Janeiro tiveram queda nominal nos últimos 12 meses
Os preços de imóveis no Rio de Janeiro tiveram queda nominal nos últimos 12 meses
Os preços de imóveis em sete das 20 cidades pesquisadas tiveram variação negativa em novembro

Os preços de imóveis  à venda apresentaram variação de 0,07% entre outubro e novembro de 2016, segundo o Índice FipeZap, que acompanha os preços em 20 cidades brasileiras. Em 11 dos últimos 12 meses a variação dos preços dos imóveis foi inferior à da inflação (IPCA/IBGE). Esse é o caso do mês de novembro, cuja inflação esperada pelo Boletim Focus do Banco Central é de 0,33%. Individualmente, sete das vinte cidades pesquisadas apresentaram variação negativa no mês, ao passo que em duas cidades o aumento dos preços superou a inflação esperada para o mesmo período.

No acumulado entre janeiro e novembro de 2016, o índice mostra ligeiro crescimento de 0,45%, sendo que em quatro das vinte cidades pesquisadas houve queda nominal de preço neste período.

Considerando-se os últimos 12 meses, o Índice FipeZap também mostra pequeno crescimento nominal de 0,45%. Tendo em vista que a inflação esperada para o período é de 7,15%, o preço médio anunciado do metro quadrado apresentou no período queda real de -6,25%.

É importante enfatizar que todas as cidades brasileiras que compõem o Índice FipeZap registraram variação inferior à inflação esperada nos últimos 12 meses, sendo que no caso de Rio de Janeiro, Niterói, Distrito Federal e Goiânia houve queda nominal nesse período.

Preços de imóveis por metro quadrado

Em novembro, o valor médio do metro quadrado  anunciado das 20 cidades foi de R$ 7.654. Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o metro quadrado mais caro do país (R$ 10.220), seguida por São Paulo (R$ 8.628). Por outro lado, as cidades com menor valor médio por metro quadrado entre as pesquisadas pelo Índice FipeZap foram Contagem (R$ 3.609) e Goiânia (R$ 4.102). Veja gráfico abaixo.

O Índice FipeZap, desenvolvido em conjunto pela Fipe e pelo portal ZAP, é calculado pela Fipe e acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em 20 cidades brasileiras com base em anúncios na internet.

fipezap