Preços de aluguéis caem pelo terceiro ano seguido

0
68
Em 2017, São Paulo foi a cidade onde os preços de aluguéis ficaram mais caros de 15 cidades pesquisadas
Em 2017, São Paulo foi a cidade onde os preços de aluguéis ficaram mais caros de 15 cidades pesquisadas
Entre 2015 e 2017, a queda acumulada  nos preços de aluguéis foi de 7,1% 

Os preços de aluguéis caíram pelo terceiro ano consecutivo, segundo o Índice FipeZap de Locação – que acompanha o preço de aluguel de imóveis em 15 cidades brasileiras.  Entre novembro e dezembro houve  ligeira alta de 0,09% entre novembro e dezembro de 2017. Considerando a inflação de 0,44% (IPCA/IBGE), entretanto, houve queda real dos preços (-0,35%). No mês, a maior parte das cidades monitoradas apresentaram alta no preço de aluguel, com destaque para Curitiba (+0,79%), Florianópolis (+0,77%) e São Paulo (+0,40%). Já entre as cidades que registraram queda de preço no último mês, pode-se ressaltar: Niterói (-0,99%), Fortaleza (-0,67%) e São Bernardo (-0,37%).

Considerando os últimos 12 meses, o índice acumula queda nominal de 0,69% no preço médio do aluguel. Tal resultado foi influenciado pela queda expressiva dos preços em cidades como Rio de Janeiro (-8,49%), Niterói (-7,20%) e Campinas (-3,40%). Já entre as regiões que registraram aumento de preço nos últimos 12 meses, destacam-se Recife (+4,98%), Curitiba (+3,99%) e Florianópolis (+3,15%). Comparando-se à inflação no período (+2,95%), o Índice FipeZap de Locação encerrou 2017 com queda real de 3,54%. É o terceiro ano consecutivo com queda no preço de aluguel residencial – em 2015, o Índice havia recuado 3,34%, enquanto, em 2016, houve baixa de 3,23%.

Valor do metro quadrado

Em dezembro de 2017, o valor médio do aluguel de imóveis nas cidades monitoradas foi de R$ 28,25/m2. São Paulo desponta como a cidade com o maior valor médio por m2 do país (R$ 35,76), seguida por Rio de Janeiro (R$ 31,87) e Distrito Federal (R$ 29,63). Já entre as cidades com o valor do aluguel mais barato por m2 no mês de análise, destacam-se Goiânia (R$ 15,08), Fortaleza (R$ 16,06) e Curitiba (R$ 17,05). Veja gráfico abaixo.

Comparando-se o preço médio de locação com o preço médio de venda dos imóveis, é possível obter uma medida da rentabilidade para o investidor que opta por alugar seu imóvel. Esse indicador é relevante, em particular, para avaliar a atratividade do mercado imobiliário em relação a outras opções de investimento disponíveis. Com base em dados de dezembro de 2017, o retorno médio anualizado do aluguel manteve-se em 4,3%.

Os preços de aluguéis considerados para o cálculo se referem a anúncios para novos contratos. O Índice FipeZap de Locação não incorpora em seu cálculo a correção dos aluguéis em contratos vigentes, cujos valores são reajustados periodicamente, de acordo com o especificado em contrato. Ou seja, o Índice FipeZap de Locação representa de forma mais dinâmica a evolução da oferta e da demanda por moradia ao longo do tempo.