Preço do metro quadrado começa 2014 em desaceleração

0
428
Em janeiro, o preço do metro quadrado subiu 0,8% em 16 capitais do País
Em janeiro, o preço do metro quadrado subiu 0,8% em 16 capitais do País

Aumento em janeiro é menor do que a inflação em 6 cidades

O preço dos imóveis começou o ano de 2014 em desaceleração. Segundo o Índice FipeZap Ampliado, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o preço anunciado do metro quadrado registrou aumento de 13,5% em 12 meses, taxa 0,2 ponto percentual menor do que a registrada no mês anterior.

Em janeiro, o preço do metro quadrado subiu 0,8% em 16 capitais do País
Em janeiro, o preço do metro quadrado subiu 0,8% em 16 capitais do País

Na comparação mensal, em janeiro o aumento médio nas 16 cidades monitoradas foi de 0,8% (que compara-se com aumento de 1,0% em dezembro/2013). Esse valor é ligeiramente maior do que o aumento do IPCA esperado para o mês de janeiro (0,72%, segundo o boletim Focus, do Banco Central). Mas em seis municípios, a variação no primeiro mês de 2014 foi menor do a inflação esperada.

Em Brasília houve retração nos preços (-0,3%), enquanto que São Paulo (+0,7%) registrou o menor aumento de toda a série histórica (iniciada em janeiro de 2008). No Rio de Janeiro, por outro lado, a variação acumulada em 12 meses aumentou (+15,5% em comparação a 15,2% registrados em dezembro).

Na comparação mensal, os maiores aumentos foram registrados em Florianópolis (+1,6%) e em Vitória (+1,4%), enquanto as menores variações ocorreram em Brasília (-0,3%) e Curitiba (+0,3%). Os valores médios do m2 em dezembro ficaram entre R$ 10.250 (Rio de Janeiro) e R$ 3.830 (Vila Velha). Em São Paulo foi de R$ 7.839 e a média das 16 cidades foi de R$ 7.318.

FipeZap Janeiro