Preço médio de apartamento em BH foi de R$ 407 mil em 2013

0
371
Tribunal de Justiça de Minas Gerais suspendeu o aumento de 150% no ISSQN em BH
Tribunal de Justiça de Minas Gerais suspendeu o aumento de 150% no ISSQN em BH

Valor é 7,4% maior que o registrado no ano anterior

Pesquisa realizada pela Câmara do Mercado Imobiliário (CMI/Secovi-MG) e Instituto de Pesquisas Econômicas e Administrativas da UFMG (Ipead) mostra que o preço médio de apartamentos prontos vendidos em Belo Horizonte, de janeiro a dezembro de 2013, foi de R$ 407.173,62.

O preço do principal tipo imobiliário é 7,4% maior que a média apurada no ano anterior (R$ 379.224,81), segundo o levantamento feito com base nas emissões do Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis por Ato Oneroso “Inter Vivos” (ITBI) em 2013.

Em dezembro do ano passado, o preço médio de  apartamento em BH chegou a R$ 491.217,72. De acordo com o presidente da CMI/Secovi-MG, Evandro Negrão de Lima Jr., esse valor é 417,2% superior ao valor médio de apartamento em 2004 (R$ 94.972).

Transações com apartamentos

Segundo o levantamento, o mercado imobiliário em Belo Horizonte movimentou, entre todos os tipos de imóveis prontos negociados, aproximadamente R$ 11,2 bilhões de janeiro a dezembro de 2013, com 28.110 imóveis comercializados.Apartamentos e casas geraram, no ano passado, negócios da ordem de R$ 9,55 bilhões, somando 23.311 imóveis vendidos e área transacionada de cerca de 2,95 milhões de metros quadrados.

Nesses dois segmentos, o comportamento do mercado foi distinto. A venda de apartamentos subiu de 18.578 unidades (em 2012) para 20.466 (2013), com negócios gerados de R$ 7,05 bilhões e R$ 8,33 bilhões, respectivamente. No segmento de casas, em 2012, foram negociadas 2.873 unidades e, no ano passado, esse número caiu para 2.845. Já o valor total dos negócios com casas subiu de R$ 1,07 bilhão para R$ 1,22 bilhão.

O valor gerado com a venda de 20.466 apartamentos em Belo Horizonte, de janeiro a dezembro de 2013, representou 74,38% do total obtido com a venda geral na cidade (28.110 unidades de apartamentos, casas, barracões, vagas residenciais e comerciais, salas, lojas, lotes vagos e galpões). Em segundo lugar no ranking de vendas, ficaram as casas, com 10,9% do valor total (2.845 negócios).

Evolução das transações com APARTAMENTOS
Janeiro a dezembro 2012 / Janeiro a dezembro 2013

 

Jan a dez / 2012

Jan a dez / 2013

Variação

Nº de transações

18.578

20.466

10,16%

Valor total (R$)

R$ 7,05 bilhões

R$ 8,33 bilhões

18,15%

 

Leia mais sobre este assunto aqui.