Preço dos materiais de construção sobe em dezembro

1
871
Vendas de materiais de construção caem 4,8%.
Vendas caíram 4,8% em fevereiro em relação a janeiro

O preço médio dos materiais de construção apresentou aumento de 1,93%, na comparação entre dezembro e outubro. O aumento foi constatado em pesquisa realizada pelo Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais em 47 depósitos de materiais de construção de Belo Horizonte.

As maiores altas foram apuradas nos preços médios do tijolo maciço requeimado, da brita de granito e no Bloco de concreto 10x19x39. O tijolo maciço requeimado, atualmente, é vendido a R$ 374,00. Em outubro, o valor era R$ 362,11, o que representa alta de 3,28%.

A brita de granito, que custava R$ 85,35 em outubro, apresentou aumento de 2,35% e passou a custar, em dezembro, R$ 87,33. Já o valor do milheiro do bloco de concreto 10x19x39, apresentou aumento de 2,31%, com o preço passando de R$ 1.453,97 para R$ 1.456,86.

As maiores reduções foram encontradas nos preços do metro cúbico da areia natural (-0,47%) e da argamassa AC2 (-0,30%).

De acordo com o levantamento, entre os estabelecimentos pesquisados foram encontradas variações de preços de até 83,33%, caso do milheiro do tijolo maciço requeimado, que custa entre R$ 300,00 e R$ 550,00. Já o milheiro do bloco de concreto 15x19x39 pode custa entre R$ 1.480,00 e R$ 2.500,00 representando a variação de 68,92%. E o valor da argamassa AC1 pode ser de R$5,90 a 9,90, diferença de 67,80%.

Consulte aqui a pesquisa completa na página do Procon Assembleia do portal da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

  • gostaria de receber cotação de preços de todos materiais de construção civil ,e de mão de obra em geral .obrigado