Preço do metro quadrado cai em janeiro

0
657
O Rio de Janeiro continua com o preço do metro quadrado mais alto do Brasil, com média de R$ 10.401, segundo a pesquisa FipeZap
O Rio de Janeiro continua com o preço do metro quadrado mais alto do Brasil, com média de R$ 10.401, segundo a pesquisa FipeZap
Preço do metro quadrado médio anunciado variou -0,08% em janeiro; em termos reais, queda foi de 1,1%

O preço do metro quadrado registrou queda de 0,08% no primeiro mês de 2016, segundo a pesquisa do Índice FipeZap, que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras. Nove das vinte cidades pesquisadas tiveram variação negativa, enquanto nas outras 11 houve aumento nominal na comparação com dezembro. Apesar disso, em todas elas o aumento foi menor do que a inflação esperada para o IPCA de janeiro (+1,06% segundo o Boletim Focus).

Nos últimos doze meses, o Índice FipeZap registrou crescimento de 0,85%. Como a inflação esperada para o IPCA (IBGE) neste período é de 10,48%, a média do preço do metro quadrado anunciado apresentou queda real de -8,71%. Todas as cidades que compõem o Índice FipeZap registraram variações inferiores à inflação nessa mesma base de comparação, sendo que os preços em Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, Recife, Niterós e no Distrito Federal apresentaram queda nominal.

A média do preço do metro quadrado anunciado das 20 cidades em dezembro foi de R$ 7.607. Rio de Janeiro se mantém como a cidade com o metro quadrado mais caro do país (R$ 10.401), seguida por São Paulo (R$ 8.607). Já os dois municípios com menor preço por m2 foram: Contagem (R$ 3.543) e Goiânia (R$ 4.204). Veja abaixo.

O Índice FipeZap, desenvolvido em conjunto pela Fipe e pelo portal ZAP Imóveis, é calculado pela Fipe e acompanha o preço médio do m2 de apartamentos prontos em 20 municípios brasileiros com base em anúncios da internet.

No mês de janeiro é feita a reponderação do índice para a inclusão de novos bairros que passaram a ter quantidade significativa de anúncios coletados e a exclusão de bairros que deixaram de ter número mínimo necessário de anúncios. Assim, o preço médio de cada município não é diretamente comparável ao de dezembro do ano anterior. Para o cálculo da variação mensal, é feito o encadeamento do número índice.

Preços médios do metro quadrado medidos pela FipeZap
Preços médios do metro quadrado medidos pela FipeZap