Poupança impulsionou a compra da casa própria em 2011

1
423
Crédito imobiliário chegou a R$ 49,6 bilhões no primeiro semestre de 2013

A Pesquisa Anual da Indústria da Construção (Paic), divulgada hoje (28/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que a oferta de crédito imobiliário com recursos da poupança em 2011 cresceu 42,2%, em comparação a 2010. O montante em 2011 foi de R$ 79,9 bilhões.

A construção civil brasileira foi beneficiada por fatores internos positivos. O crescimento da economia brasileira foi bem menor em 2011 (2,7%) do que em 2010 (7,5%). Isto se deu devido à baixa expansão econômica de 2009, período que serviu de comparação, em decorrência da crise financeira externa iniciada no ano anterior.

O economista Fernando Abritta, da Coordenação de Indústria do IBGE, disse que a atividade da construção cresceu acima do Produto Interno Bruto (PIB), a soma dos bens e serviços fabricados no país, mostrando expansão de 4,5% em 2011, influenciada por vários fatores diretamente relacionados ao setor.

“O número de unidades financiadas também cresceu de 36.480, em 2003, para quase 500 mil”, disse o economista. De 2010 para 2011, o crescimento foi menor, “porque já vinha crescendo anteriormente”. Apesar disso, o número de unidades financiadas passou de 421 mil para 492 mil, enquanto o valor financiado subiu de R$ 56,2 bilhões para quase R$ 80 bilhões.

FGTS
A pesquisa revela que, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o total de moradias financiadas alcançou 477 mil, em 2011, com valor de R$ 34,9 bilhões. O acréscimo registrado chegou a 27,9%, em relação a 2010.

Em relação ao emprego na indústria da construção, Abritta disse que o incremento observado em 2011 foi menor que em 2010, “o ano mais forte da economia”. As admissões líquidas no setor somaram 149 mil.

A atividade foi beneficiada ainda pela manutenção da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para diversos insumos da construção, além dos programas governamentais Programa para Aceleração do Crescimento (PAC) e Programa Minha Casa Minha Vida. “Também foram investimentos importantes para o setor”.

Por esses fatores, o valor adicionado nominal da indústria da construção teve uma variação acumulada de 115,4% entre 2007 e 2011, passando de R$ 62,7 bilhões para R$ 135 bilhões, revela a pesquisa do IBGE.

Fonte: Agência Brasil. 

 

  • amspa

    Problemas com a Construtora?

    A AMSPA Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências vêm lutando contra todas as práticas indevidas e conseguindo grandes vitórias para os seus associados! Venha participar e conheça os seus direitos!

    011-3019-1899 –32929230