Negócios imobiliários em BH caem 18% em 2015

0
312
A venda de apartamentos teve queda de 41% nos negócios imobiliários em Belo Horizonte
A venda de apartamentos teve queda de 41% nos negócios imobiliários em Belo Horizonte
Levantamento da CMI/Secovi-MG aponta queda de 18% nos negócios imobiliários  na capital mineira em 2015

Os negócios imobiliários em Belo Horizonte caíram 18% em 2015, de acordo com levantamento da Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG). No mês passado, a CMI/Secovi-MG divulgou uma análise do mercado imobiliário de Belo Horizonte comparando janeiro a setembro de 2015 com igual período de 2014. Até então, a queda média apontada nos negócios imobiliários era de 13,4%, de acordo com dados do ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis por ato oneroso inter vivos).

Com novas informações fornecidas pela Prefeitura de Belo Horizonte, incluindo os dados de fechamento do ano, foi verificada queda de 41% no número de apartamentos vendidos em dezembro em relação a janeiro do ano passado. “Isso impactou de tal forma a performance do ano, que a queda geral em 2015 saltou para 18%, em média”, afirma o presidente da CMI/Secovi-MG, Otimar Bicalho.

A seguir, os principais números relativos ao desempenho do mercado imobiliário da capital mineira no ano passado:

Todos os tipos imobiliários – janeiro a dezembro/15

22.493 imóveis

Todos os tipos imobiliários – janeiro a dezembro/14

27.419 imóveis

Queda de aproximadamente 18%

Valor gerado com todas as negociações imobiliárias (2015)

R$ 9.765.726.239,03

Valor gerado com todas as negociações imobiliárias (2014)

R$ 11.725.972.135,40

Queda de aproximadamente 17%

Número de apartamentos vendidos em 2015

16.112 unidades

Número mensal de apartamentos vendidos – janeiro (1.448) contra dezembro (1.026) –Queda de aproximadamente 41% no ano

Número de apartamentos vendidos em 2014

19.924 unidades

Número mensal de apartamentos vendidos – janeiro (1.681) contra dezembro (1.510) – Queda de aproximadamente 11% no ano

Valor total das negociações só com apartamentos no ano de 2015

R$ 7.139.306.740,09 em 16.112 unidades vendidas

Segmentação de apartamentos por valor

Até R$ 1 milhão: 15.194 unidades (94% do total)

Volume negociado: R$ 5.633.222.141,91 (79% do total)

De R$ 1,0001 milhão a R$ 2 milhões: 751 unidades (5% do total)

Volume negociado: R$ 1.016.763.965,09 (14% do total)

De R$ 2,0001 milhões a R$ 3 milhões: 115 unidades (0,007% do total)

Volume negociado: R$ 278.609.621,67 (0,04% do total)

R$ 3,001 milhões a R$ 4 milhões: 36 unidades (0,002% do total)

Volume negociado: R$ 123.895.576,66 (0,02% do total)

R$ 4,001 a R$ 5 milhões: 11 unidades (0,0007% do total)

Volume negociado: R$ 48.893.319,79 (0,007% do total)

Acima de R$ 5 milhões: 5 unidades (0,0003% do total)

Volume negociado: R$ 37.922.114,97 (0,005% do total)