Ministério Público de SP rejeita acordo com construtoras por atraso em obras

0
221

O Ministério Público de São Paulo rejeitou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com construtoras que estão com obras em atraso.  O Sindicato da Habitação paulista (Secovi-SP) alega que o atraso de até seis meses (180 dias) é comum há décadas. A situação chega a um impasse. Leia: http://www.secovi.com.br/noticias/conselho-superior-do-ministerio-publico-do-estado-de-sao-paulo-rejeita-tac-relativo-a-atraso-de-obras/5042/