Minha Casa Minha Vida: 3ª etapa tem meta de 3 milhões de casas

0
586
As unidades do Minha Casa, Minha Vida são avaliadas em R$ 63 mil e têm dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço
As unidades do Minha Casa, Minha Vida são avaliadas em R$ 63 mil e têm dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço

A terceira etapa do Programa Minha Casa Minha Vida foi anunciada pela presidente Dilma Rousseff com a meta de construir 3 milhões de unidades habitacionais a partir de 2015. O lançamento ocorreu durante cerimônia de entrega simultânea de mais de 5 mil moradias da segunda etapa do programa, em dez cidades.

“Nosso objetivo é deixar claro que é possível contratar 3 milhões de moradias. Porque aquilo que está dando certo deve ter continuidade. As famílias de menor renda precisam continuar recebendo subsídio quase integral, tal como fizemos até agora, e precisamos sinalizar para os empresários se prepararem com terrenos e discutirem com os prefeitos para que isso ocorra a partir de 2015”, disse a presidente Dilma Rousseff.

As unidades do Minha Casa, Minha Vida são avaliadas em R$ 63 mil e têm dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço
As unidades do Minha Casa, Minha Vida são avaliadas em R$ 63 mil e têm dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço

Na primeira etapa do programa foram construídas 1 milhão de moradias e, na segunda etapa, que está em vigor, a meta é chegar a 2,75 milhões de casas até o fim deste ano. O Minha Casa, Minha Vida financia moradias para famílias com renda até R$ 5 mil por mês. As condições de financiamento variam de acordo com a renda familiar. Para famílias com renda mensal até R$ 1.600, a prestação é 5% da renda. Para aquelas que ganham R$ 3.275, o programa dá um subsídio que pode chegar a R$ 25 mil. Para as famílias com ganhos mensais entre R$ 3.275 e R$ 5 mil, o benefício é uma taxa de juros mais baixa do que a dos financiamentos imobiliários tradicionais.

As unidades habitacionais, segundo a Caixa Econômica Federal, são avaliadas em R$ 63 mil e são compostas por dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. No local, há um centro comunitário, guarita, parque infantil e área livre.

Dilma destacou que o Minha Casa, Minha Vida também gera empregos aos trabalhadores da construção civil e renda para o setor empresarial. “É um empresário contratando os trabalhadores, aquele empresário que faz cimento contratando o trabalhador para fazer o cimento”, exemplificou.

Nas cerimônias simultâneas de entrega, comandadas por ministros, foram entregues 5.460 unidades habitacionais. Em Brasília, a presidenta Dilma entregou unidades habitacionais no Residencial Paranoá Parque, a 20 quilômetros do centro de Brasília. “A presidente deixou claro que o programa vai continuar seja em que governo for. E esta determinação foi confirmada pela presidente de forma oficial, em um evento público, o que dá segurança a parte mais necessitada da população, e também aos empresários e aos setores da indústria da construção civil de que eles poderão continuar”, disse o ministro das Cidades, Gilberto Occhi. De acordo com o ministro, estão em construção mais de 1,7 milhão de residências, que serão entregues nos próximos meses.

Fonte: Agência Brasil/EBC.