As mil e uma faces dos cavaletes

0
529
Projeto da arquiteta Marina Dubal: o cavalete amarelo quebrou a rigidez do home Office e trouxe mais leveza ao espaço. A composição é criativa e moderna
Projeto da arquiteta Marina Dubal: o cavalete amarelo quebrou a rigidez do home Office e trouxe mais leveza ao espaço. A composição é criativa e moderna

Que os cavaletes são extremamente versáteis ninguém nega. Nos home office, eles chegam para trazer mais que pluralidade, acrescentam estilo, bom humor e charme

Eles são democráticos, versáteis e incrivelmente descontraídos. Os cavaletes já demonstraram que tem mil e uma facetas. Podem ser base de estante, prateleira, aparador, fazer às vezes de penteadeira e até mesmo virar obra de arte. Essa peça é realmente multiuso.

Agora, a tendência é utilizar o cavalete como base para mesas de home office. Um recurso moderno que deixa o ambiente mais leve e criativo. “Os cavaletes vieram para tornar os escritórios menos rígidos, com estética mais descontraída e casual”, explica a arquiteta Marina Dubal.

Projeto da designer de ambientes Laura Santos: a mesa de vidro também recebeu um cavalete colorido que, junto com os outros elementos da decoração, promoveram a descontração no ambiente
Projeto da designer de ambientes Laura Santos: a mesa de vidro também recebeu um cavalete colorido que, junto com os outros elementos da decoração, promoveram a descontração no ambiente

Os cavaletes são solução barata e que se adequa a qualquer estilo. No home office cai bem com tampos de vidro e madeira. O vidro, no entanto, dá mais destaque a essa peça. “Os tampos de vidro deixam a composição mais leve e descontraída, além de colocar o cavalete em evidência, atraindo olhares”, reforça a designer de interiores Laura Santos.

Todavia, a mesa de madeira com o cavalete de apoio também tem suas vantagens. A madeira naturalmente traz aconchego ao espaço e para que a composição fique bem criativa, basta ousar nos tons do cavalete. “A cor em elementos como cavaletes trazem personalidade e deixam o ambiente único. Como é uma peça simples, pode ser repintada depois de um período para inovar o espaço”, ensina Laura.

Não há duvidas de que até um ambiente mais sisudo como um home office pode se tornar mais original e leve com o uso de cavaletes. Mas além de beleza é preciso ficar atento à segurança. “Deve-se consultar o fabricante para se certificar qual o tamanho e peso máximo suportados pela peça. Se estivermos atentos a esses detalhes podemos lançar mão de qualquer tampo de mesa, madeira, vidro incolor ou laqueado e outros”, encerra Marina.

Leia mais sobre decoração de Home Office. 

Projeto da arquiteta Marina Dubal: o cavalete amarelo quebrou a rigidez do home Office e trouxe mais leveza ao espaço. A composição é criativa e moderna
Projeto da arquiteta Marina Dubal: o cavalete amarelo quebrou a rigidez do home Office e trouxe mais leveza ao espaço. A composição é criativa e moderna