Materiais de construção recuam 7% em 2014

0
323
ABRAMAT prevê que de 7% nas vendas de materiais de construção em 2014
ABRAMAT prevê que de 7% nas vendas de materiais de construção em 2014

ABRAMAT prevê queda nas vendas das indústrias de materiais de construção

Os levantamentos da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT) apontam para uma redução de 7,0 % nas vendas neste ano, em relação a 2013. “O resultado deste ano foi duramente afetado pelo pessimismo das famílias e dos empresários com relação à economia, reforçado pela perda de dias úteis em função da Copa e feriados bem como pelo aumento nas importações. O mercado de materiais de base sofreu mais que os de acabamento devido à forte retração no segmento imobiliário bem como nos novos investimentos públicos e privados.”, afirma o presidente da Abramat, Walter Cover.

Em novembro, a queda nas vendas foi de 9,6%, em comparação a novembro de 2014. No acumulado de janeiro a novembro houve redução de 7,1% e sobre os últimos doze meses, retração de 7,0%. Na comparação com o mês anterior houve queda de 9,0%.

Os números do estudo da Abramat mostram também que os empregos na indústria tiveram crescimento de 2,1% em relação a novembro de 2013. Já em comparação ao mês anterior houve queda de -0,2%.

Interlocutora

A ABRAMAT é interlocutora do setor junto ao governo federal e aos demais agentes da cadeia produtiva da construção civil. A entidade conta com 50 empresas filiadas, que são as líderes na fabricação de materiais de construção dos diversos segmentos. Entre os temas que representam os focos de atuação da entidade estão: a competitividade da indústria, a desoneração fiscal de materiais para construção, a conformidade técnica e fiscal na produção e comercialização dos materiais de construção, a profissionalização da mão-de-obra da construção e a responsabilidade sócio-ambiental dos agentes do setor.