Materiais de construção: indústria está otimista para 2018

0
485
A expectativa do desempenho de vendas de materiais de construção é considerado como Muito Bom ou Bom dentre 39% dos associados da ABRAMAT
A expectativa do desempenho de vendas de materiais de construção é considerado como Muito Bom ou Bom dentre 39% dos associados da ABRAMAT
O setor de materiais de construção mostra boa expectativa, de acordo com pesquisa da Abramat 

A indústria de materiais de construção está otimista para este ano, de acordo com o termômetro mensal divulgado pela Associação Brasileira das Indústrias dos Materiais de Construção (ABRAMAT). A pesquisa acerca da expectativa do empresariado da cadeia da construção civil indicou otimismo do setor para os próximos meses, contrariando os dados de venda negativos indicados pela pesquisa do Índice de Dezembro. A expectativa do desempenho de vendas é considerado como Muito Bom ou Bom dentre 39% dos associados, superando em 10% os números de janeiro.

A expectativa positiva para fevereiro, por parte do empresariado, também se reflete na queda do pessimismo. Enquanto que em janeiro 33% dos associados considerou as vendas ruins ou muito ruins, a projeção de fevereiro pela pesquisa aponta apenas 9% das respostas nesses parâmetros.

Expectativa de médio prazo

O motivo dessa perspectiva diferente pode ser explicado pelas expectativas no médio prazo. Enquanto que em dezembro apenas 9% dos associados viam a possibilidade de investimentos governamentais para os próximos 12 meses, esse número, em janeiro, atingiu a marca de 19%. O otimismo apontado também traz consequências para o nível de utilização da capacidade instalada, que caiu apenas 1% de dezembro para janeiro, apesar da brusca redução no faturamento dos associados mês passado.

Dado trazido pela pesquisa, a pretensão de investimentos, pelas próprias empresas, no médio prazo (próximos 12 meses) decresceu 3% de dezembro para janeiro, chegando na marca dos 67%. Apesar da queda, se comparar com os dados de janeiro de 2016 o resultado não é tão negativo, uma vez que no início de 2017 a mesma estatística apontava que apenas 48% dos associados planejava investir nas próprias empresas nos 12 meses que viriam a seguir.

A ABRAMAT representa atualmente cerca de 70% das indústrias de materiais de construção do país. Entre seus associados estão líderes na fabricação de materiais de construção dos diversos segmentos.