Materiais de Construção crescem vendas em abril

0
113
Analisando os números em detalhe, observa-se ganho no faturamento dos dois segmentos em que se dividem os produtos de materiais de construção: base e acabamento
Analisando os números em detalhe, observa-se ganho no faturamento dos dois segmentos em que se dividem os produtos de materiais de construção: base e acabamento
Indústria de materiais de construção tem expectativa de crescer 1,5% em 2018

Os materiais de construção tiveram crescimento de 4,5% no faturamento deflacionado em abril, em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT).  No acumulado do ano até aqui, o crescimento é de 1,9%.

Analisando os números em detalhe, observa-se ganho no faturamento dos dois segmentos em que se dividem os produtos de materiais de construção: base e acabamento. No mês, os produtos de base registraram aumento de 6,7% no faturamento em relação a abril de 2017, e os de acabamento 1,4%.

O resultado acumulado é superior à projeção do ano, no entanto a associação de materiais de construção entende que poderão haver variações pontuais nos resultados mês a mês, fazendo com que a previsão para o fechamento de 2018, com alta de 1,5%, seja mantida. Tal resultado indicaria 2018 como um ano de inflexão para o segmento da construção, precedendo a retomada de um crescimento mais robusto.

A grande força motriz do setor em 2018 serão as vendas ao varejo, seguidas das vendas ao segmento imobiliário. Obras de infraestrutura têm sua retomada prevista apenas para 2019.

“Nossos estudos vêm confirmando as expectativas de nossos associados. Vale lembrar que estamos sujeitos à diversas externalidades, como flutuações do câmbio, mudanças no acesso ao crédito, alterações nas regras de financiamento imobiliário, eleições, entre outras, que podem trazer efeitos ao desempenho do setor da construção civil. Em face ao que temos até aqui, a ABRAMAT mantém sua projeção de crescimento de 1,5% no faturamento da indústria de materiais de construção” comenta Rodrigo Navarro, presidente da associação.

Sobre a ABRAMAT

A entidade conta atualmente com mais de 40 empresas associadas e aproximadamente 300 fábricas situadas em todas as regiões do país, que são líderes na produção de materiais de construção em diversos segmentos do setor. Entre os pilares de atuação da entidade estão a conformidade técnica e fiscal na produção e comercialização dos materiais, a competitividade e sustentabilidade da indústria, e a capacitação da mão-de-obra da construção. Para a elaboração de seus relatórios são utilizados dados oficiais disponíveis, pesquisas com associados, análise interna da equipe e metodologia FGV desenvolvida com exclusividade para a ABRAMAT.