Mármores e granitos resistem aos anos e aos modismos

0
619
Mármores e granitos. Neste projeto de Laura Santos (em parceria com a designer de interiores Fabiana Visacro), a suíte ganhou mais charme e requinte com o mármore Branco Cintilante. Foto: Henrique Queiroga
Mármores e granitos. Neste projeto de Laura Santos (em parceria com a designer de interiores Fabiana Visacro), a suíte ganhou mais charme e requinte com o mármore Branco Cintilante. Foto: Henrique Queiroga

Essas pedras naturais ganham status de atemporais por causa de suas características marcantes que valorizam e enchem de requinte o décor

Charmosos, elegantes, encantadores! Mármores e granitos têm seu lugar nos projetos de arquitetura e decoração. Essas pedras nobres nunca caem em desuso, pelo contrário, independente da época, possuem o poder de tirar qualquer espaço da monotonia e trazer vida nova ao décor. Presentes em ambientes comerciais e residenciais, essa dupla esbanja originalidade e denota bom gosto.
“Antigamente, o uso de granitos e mármores na arquitetura e decoração simbolizava requinte e nobreza. Por serem elementos atemporais, essas características se perpetuam nos dias de hoje. A beleza natural dessas pedras valoriza o ambiente em que estão inseridas e dialogam bem em qualquer contexto”, destaca a arquiteta Ivana Seabra.

O grande destaque dessa varanda gourmet é a bancada em granito Capão Bonito

A diretora da marmoraria Baracho Pedras, Fátima Baracho, acrescenta que os cortes de mármores e granitos possuem tonalidades, veios e desenhos únicos. Esses predicados tornam essas pedras exclusivas: “Esses produtos vêm da natureza e possuem uma enorme variedade de cor, textura e movimento. Nenhuma peça de mármore ou granito é igual a outra. São peças especiais e exclusivas, para a vida toda”.

Diversos ambientes

A beleza dessas pedras pode ser explorada em diversos ambientes, peculiaridade que faz com que os mármores e os granitos se tornem cada vez mais especificados nos projetos. Apesar disso, em alguns espaços essas rochas têm seu uso mais indicado, como conta a designer de interiores Laura Santos: “O granito vem sendo muito utilizado em cozinhas, pois é uma pedra mais resistente. Já o mármore é uma pedra neutra e sem muitos veios, ideal para salas e banheiros”.

Vale ressaltar que, apesar de ser bem aceito em muitos ambientes, o mármore, diferente do granito, deve ser evitado em alguns espaços por causa de suas características. “O mármore não deve ser usado em bancadas, pisos de cozinha e ambientes externos. Devido à sua porosidade, essa pedra absorve substancias com facilidade, causando desgaste e perda de brilho”, alerta Ivana.

Quanto à manutenção dessas pedras, o processo é simples, porém, importante para manter sua beleza e durabilidade. “A limpeza deve ser feita com pano úmido ou vassoura de pelo macio, sabão neutro e água, mas não deve-se jogar a água e o sabão diretamente sobre a pedra. Produtos químicos, como água sanitária, devem ser evitados”, ensina a Fátima Baracho.

Leia mais sobre mármores e granitos.