Mármore, um camaleão na arquitetura

0
593
Neste projeto executado pela arquiteta Carmen Calixto, o mármore branco usado no piso, aliado aos demais elementos que compõem o espaço, ajudaram a criar a decoração descontraída que o jovem casal de clientes desejava. Foto: Rodrigo Marcandier
Neste projeto executado pela arquiteta Carmen Calixto, o mármore branco usado no piso, aliado aos demais elementos que compõem o espaço, ajudaram a criar a decoração descontraída que o jovem casal de clientes desejava. Foto: Rodrigo Marcandier
O mármore pode se adaptar e cair muito bem em diversos tipos de espaços. Essa característica, aliada a outras vantagens da pedra, o colocam como queridinho na decoração

O mármore é uma pedra cheia de personalidade que agrega beleza e sofisticação a qualquer ambiente. Por isso mesmo, esse material é amplamente especificado em projetos mais clássicos. Contudo, além de bonito e requintado, o mármore também é bem versátil e se adéqua bem a outros tipos de decoração, inclusive nas que têm uma pegada mais descontraída.

Para a arquiteta Carmen Calixto, o mármore é um excelente recurso para tornar o ambiente interessante. “Sua superfície lisa e reflexiva tem estética única, capaz de deixar qualquer cômodo mais sofisticado”, garante. Para um resultado superior, a dica é apostar em mármores mais singulares. “Quando o ambiente é mais jovem e descontraído, os profissionais da área costumam especificar o mármore clássico branco principalmente no piso. Isso porque essa pedra, ao mesmo tempo em que destaca os demais elementos que vão ajudar a compor  uma decoração mais descontraída,    garante um toque de elegância no espaço”, destaca Fátima Baracho, diretora marmoraria Baracho Pedras.

Carmen explica como utilizar o mármore em ambientes menos informais: “Uma das melhores formas de fazer essa composição é através do mobiliário. É possível encontrar peças de design atuais que combinem, por exemplo, o mármore a uma estrutura minimalista em metal. Porém não existem regras. Peças mais clássicas podem ser um contraponto interessante em casas moderninhas. Outra opção é pontuar o espaço com cores. O mármore branco fica incrível se combinado a tons pastéis como o verde menta e o rosa quartz”.

Segundo arquiteta Carmen Calixto, em projetos mais descontraído, o clássico mármore cai muito bem em mobiliário
Segundo arquiteta Carmen Calixto, em projetos mais descontraído, o clássico mármore cai muito bem em mobiliário

Em projetos assim, a criatividade não precisa ter limite. “Só não pode é deixar o ambiente com cara de casa neoclássica. O mix de estilos, principalmente no que diz respeito às peças de várias épocas, é a melhor estratégia para criar um ambiente único, descontraído, jovem e na moda”, ensina Carmen.

Nesta cozinha, o mármore branco clássico, da Baracho Pedras, especificado no piso pelo arquiteto Flávio Cardoso ajudou a destacar ainda mais as cores que dá um toque de descontração ao espaço
Nesta cozinha, o mármore branco clássico, da Baracho Pedras, especificado no piso pelo arquiteto Flávio Cardoso ajudou a destacar ainda mais as cores que dá um toque de descontração ao espaço

Para quem ainda não se convenceu de investir no mármore por causa do seu custo mais alto, aí vai mais uma informação importante. “O mármore é muito durável e tem fácil  manutenção, o que torna a pedra um excelente investimento”, ressalta Fátima. Ou seja, é um material que tem ótimo custo-benefício e pode impactar positivamente no valor do imóvel.