Manual da boa vizinhança

0
1961

Viver em condomínio significa também utilizar em conjunto com outras pessoas as áreas comuns, tais como a portaria, escadas, elevador, garagem e espaços de lazer. Por isso, é importante que todos se conscientizem da necessidade de agir de modo a evitar qualquer incômodo para a vizinhança. Certamente, é desnecessário que o porteiro ou qualquer outro empregado do condomínio tenha que lembrar um morador sobre como agir com cordialidade e respeito para com os seus semelhantes.

Para evitar transtornos, devemos atentar para as seguintes orientações:
Barulho
– Evite circular dentro de casa calçando sapatos que provocam barulho, tais como saltos e assemelhados, mesmo que por poucos instantes, afinal, seu vizinho pode ser médico, policial ou possuir outra profissão parecida e precisar descansar fora do horário normal. Lembre-se que a caminhada até a porta de saída já poderá interromper o descanso de alguém. Use chinelos de borracha, podendo ainda utilizar um tapete.
– Dê preferência a aparelho de ar condicionado silencioso, sendo importante sua manutenção para que o vizinho não tenha que fechar a janela e morrer de calor para poder dormir por causa do barulho.
– Arrastar móveis ou furar paredes causam transtorno. Procure manter esses objetos, com proteção nos pés e evite essa ação após as 16h, sábados, domingos e feriados.
– Evite dar descarga do vaso sanitário da suíte após as 23:00 h, pois o barulho pode acordar o vizinho. Em último caso, acione a descarga levemente.
– Procure evitar a correria e brincadeiras agitadas de crianças dentro de casa, principalmente se o Condomínio possuir área de lazer. Oriente-as a não brincar com o elevador e nem na garagem.
– Ao utilizar o telefone e interfone fale com o tom moderado e evite conversar ou fumar na janela.

Garagem
– Coloque o seu automóvel no centro da demarcação da vaga de garagem, pois se ficar torto ou enviesado, a manobra ou a circulação de seu vizinho pode ser prejudicada. Não coloque carro em vaga que não é sua.
– Cuidado ao abrir as portas de seu automóvel, pois o carro ao lado pode ser danificado por sua falta de cuidado ou pressa.
– Não acione a buzina do veículo na garagem e oriente os seus amigos e familiares a não buzinar na frente do edifício ao chamá-lo.
– Ao sair com seu automóvel verifique se fechou o portão da garagem, pois um descuido possibilita a invasão de estranhos.

Animais
– A maioria dos condomínios permite que as pessoas tenham animais de estimação. Assim é importante que a raça do animal escolhida tenha temperamento adequado para a vida em Condomínio. Respeite as normas do regimento, especialmente quanto ao uso do elevador, de coleira e focinheira.
– Pergunte ao vizinho se seu cão incomoda, especialmente, quando fica só e tome providências para que seu animal seja motivo de alegria e não um problema.

Gentileza
– É fundamental sermos cordiais e mantermos uma relação de respeito com os vizinhos, pois assim criaremos um ambiente saudável e harmônico para vivermos em paz. Por segurança, nunca abra a porta pelo interfone para quem não conhece, pois o morador procurado sabe se convém receber a pessoa.
Portanto, cabe a cada morador agir de forma a ter a satisfação de cultivar boas amizades. Assim, constatará como é ótimo encontrar com seu vizinho no elevador ou na garagem e ser cumprimentado de forma sorridente.

Kênio de Souza Pereira
Presidente da Comissão de Direito Imobiliário da OAB-MG
e-mail: keniopereira@caixaimobiliaria.com.br – tel. (31) 3225-5599.