Madeira sustentável embeleza e contribui com o meio ambiente

0
360

Pisos, revestimentos de paredes, portas, janelas, móveis e muito mais. A madeira é um material versátil e charmoso que nunca perdeu seu lugar na decoração. Mas seu uso nunca esteve tão em alta como agora, principalmente a madeira sustentável. Essa matéria-prima é queridinha entre os profissionais de arquitetura e decoração, pois deixa o ambiente mais aconchegante, podendo conferir sofisticação ou rusticidade, dependendo da forma como é aplicada.

“Por meio do uso da madeira, consegue-se bom equilíbrio entre cores e materiais. Assim, o espaço fica mais confortável”, explica a arquiteta Renata Basques. Devido à sua versatilidade, a madeira cai bem em vários ambientes. “A madeira pode ser utilizada na maioria dos ambientes, com exceção à cozinha e ao banheiro, onde é melhor utilizar materiais mais resistentes à água”, destaca a arquiteta. Segundo a profissional, hoje esse recurso também é muito usado nas áreas externas devido à aplicação de verniz que confere excelente resistência às intempéries climáticas.

Apesar de sempre ter tido seu espaço garantido na decoração, o uso da madeira atualmente está alinhado a uma nova mentalidade: a preocupação com o meio-ambiente. “A utilização de materiais provenientes de manejo sustentável, que garantem o uso racional das florestas, é uma obrigação para as fábricas de mobiliário. O consumidor, hoje, tem uma preocupação maior com a proveniência do material empregado nos móveis, o que acabada agregando valor também”, explica Renata. Para ela, essa transformação para uma postura consciente se deu em outras áreas e atingiu os setores de construção civil e arquitetura e decoração.

De fato, os consumidores estão dando prioridade para móveis e objetos de madeira que possuem selo de certificação FSC. A certificação assegura que o produto é originário de um processo manejado de forma ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável, e que não fere nenhuma lei vigente. Não apenas os consumidores têm essa preocupação, os profissionais também: “Procuro utilizar material proveniente de manejo. Os arquitetos e decoradores possuem papel fundamental neste processo. Nós temos o dever de orientar os futuros moradores sobre a utilização consciente da madeira”, enfatiza Renata.