Linho está de volta na moda e no décor

0
1709
O sofá em linho, na tonalidade cinza, ficou ainda mais elegante com as almofadas em seda e couro
O sofá em linho, na tonalidade cinza, ficou ainda mais elegante com as almofadas em seda e couro
O linho é uma planta com fibras longas para a fabricação de tecidos

lilianO linho voltou, tanto na moda quanto no décor. E nada melhor que a estação das flores para homenagear a volta deste tecido nobre, já que o linho é semeado logo no início da primavera.

A holandesa Li Edelkoort é um nome respeitado que coordena uma equipe em Paris, pesquisando tendências globais de moda, design, arte e comportamento.

Segundo ela, a natureza é uma fonte de inspiração para projetar uma tendência elegante. Seus recursos desempenham um papel dominante em cores, fibras, tecidos e padrões. O foco da temporada é projetado nas tonalidades de marrom, azul e verde para tentar reverter duas décadas de cores quentes.

O linho é uma planta com fibras longas para a fabricação de tecidos, um dos materiais têxteis mais importantes da história.

As múmias egípcias, assim como os recém-nascidos, eram enrolados em tecido de puro linho, pois remete à pureza.

Durante o século XIX, foi utilizado para a confecção de roupas íntimas e, só a partir do século XX, tornou-se popular para outras peças do vestuário.

O cultivo e o processo de produção da fibra têm um custo alto e, por isso, as indústrias têxteis misturam outras fibras no tecido, como algodão e viscose, de forma que o linho não perca as suas características. É muito comum o linho receber um banho de resina, conferindo um ar encerado que faz com que o tecido amasse menos. 

As cortinas em linho puro são uma tendência no décor
As cortinas em linho puro são uma tendência no décor

A fibra de linho é três vezes mais resistente que o algodão. O material mantém sua aparência inalterada, mesmo após muitos anos de uso, e preserva sua cor, mesmo após sucessivas lavagens. 

Como fibra natural, o linho é antialérgico. É um tecido ecológico e sustentável por não produzir resíduos tóxicos. 

Na decoração, os elementos naturais vieram para quebrar a monocromia e a impessoalidade do branco.

A cortina, a roupa de cama e o sofá em linho ganham um glamour revigorado. 

A manutenção dos estofados em linho necessita apenas de aspirador. No caso das cortinas, é melhor optar pela lavagem a seco.

A volta do linho, como tendência, pode ser vista na decoração, na moda feminina e masculina.

Lilian Fajardo é arquiteta, urbanista e designer de interiores. Trabalha com projetos residenciais e comerciais.

Apresenta a coluna “Arquitetando” toda quinta-feira no programa “Revista BHNews” que começa às 17:30h, com reprise às 21:30h, na BHNEWS TV, canal 09 da NET ou pelo site www.bhnews.tv.br, em tempo real.

lfajardo.arq@gmail.com

www.lilianfajardo.blogspot.com.br

www.facebook.com/lilianfajardoarquitetura

SHARE
Artigo anteriorÍndice de aluguel sobe 1,89% em outubro
Próximo artigoSíndicos: a Legislação dificulta a vida deles
Lilian Fajardo é arquiteta, urbanista e designer de interiores. Trabalha com projetos residenciais e comerciais. Apresenta a coluna Arquitetando toda quinta-feira no programa Revista BHNews que começa às 17:30h, com reprise às 21:30h, na BHNews TV, canal 09 da NET ou pelo site www.bhnews.tv.br, em tempo real.