Lançamentos de novos imóveis caíram 27% em São Paulo em 2012

0
316
Aluguel em São Paulo subiu menos que o IGP-M em 2014, segundo o Secovi-SP
Aluguel em São Paulo subiu menos que o IGP-M em 2014, segundo o Secovi-SP

Vendas caíram 4,8%; imóveis de dois quartos foram os mais vendidos

O número de imóveis novos lançados em São Paulo caiu 27% em 2012, em relação a 2011. No ano passado foram lançadas 27.835 unidades e 38.149 unidades no ano anterior. O balanço foi divulgado pelo presidente do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), Claudio Bernardes.

Segundo o Secovi-SP, apesar da baixa, o setor imobiliário permaneceu aquecido durante 2012 e manteve movimento muito próximo ao registrado em 2011. O segmento amadureceu, conforme previsto pelo presidente da entidade Claudio Bernardes: “a busca do equilíbrio entre lançamentos e comercialização é o chamado ‘freio de arrumação’”.

Ou seja, os empreendedores adaptaram a oferta à demanda e, consequentemente, à capacidade de produção. O mercado residencial encontrou o equilíbrio entre demanda, preços, oferta e capacidade de pagamento do comprador.

Números
Em 2012, as vendas de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo atingiram 26.958 unidades, volume 4,8% inferior ao registrado em 2011, com 28.316unidades.

O valor movimentado em vendas, atualizado pelo INCC-DI da FGV (Índice Nacional de Custos da Construção), foi de R$ 13,6 bilhões, contra R$ 14,2 bilhões de 2011, o que representa variação negativa de 4,3%.

O segmento de dois quartos destacou-se com 13.371 unidades vendidas no ano. Esse segmento correspondeu a 49,6% do total comercializado durante 2012, e registrou crescimento de 0,5% diante das 13.298 unidades de 2 quartos negociadas em 2011. Imóveis de 3 dormitórios tiveram participação de 26,9%, com 7.263 unidades vendidas em 2012.

 Fonte: Secovi-SP.