Interruptores conectados com a decoração e o conforto

0
834
Além das tomadas e interruptores para atender aos aparelhos eletrônicos básicos, é importante ter alguns dispositivos a mais para uso esporádico

Pelo menos uma vez na vida, todo mundo passou por essa situação: estar deitado no conforto de sua cama e ser acometido por uma enorme preguiça de se levantar para apagar a luz. Se isso nunca te aconteceu, provavelmente é porque o layout do seu quarto foi projetado levando em conta a localização das tomadas e interruptores conectados, itens de extrema relevância, erroneamente tratados como meros detalhes.

Devido a isso, profissionais da arquitetura e do design orientam sobre a importância de se observar a quantidade e a posição desses terminais em cada ambiente, antes de decorar. “É usual que em cada ambiente, especialmente nos quartos, exista somente um ponto de antena e telefone, e estes devem estar na mesma parede da cabeceira. Ainda nos quartos, o ideal é o uso de three-ways, ou seja, um interruptor junto à porta de entrada, e outro a um dos lados da cabeceira da cama. Para as salas, deve-se observar a localização dos pontos citados, e também os interruptores three-ways, que devem ser instalados na entrada do estar, e na porta que acesse a área íntima da casa”, enumera a arquiteta Sandra Diniz.

“Deve-se observar também se os dispositivos estão em altura adequada e instalar tomadas a mais para uso esporádico, como carregar celular, ligar o aspirador de pó”, completam as designers de interiores Ana Karina Chaves e Klazina Norden.

Interruptores conectados garantem mais comodidade.
Um interruptor de luz próximo à cabeceira da cama é fundamental para garantir o conforto

Caso o imóvel não tenha todas as tomadas e interruptores necessários, é possível resolver a questão com uma pequena obra. “Realiza-se um corte na parede, ligando-se o ponto existente ao novo ponto criado. Esta ligação deverá ser realizada com o uso de mangueira e cabos apropriados e a instalação da nova caixa. Numa segunda etapa, há a necessidade do preenchimento deste corte, aplicação de massa fina e pintura da parede”, explica Sandra.

Para quem tem criança em casa, Ana Karina e Klazina têm uma orientação especial. “Já existem no mercado modelos de tomadas que dispõem de uma trava de proteção interna, que impede crianças ou adultos de atingirem as partes energizadas, seja com dedos ou pequenos objetos metálicos”.

Outra questão observada pelas profissionais é a harmonia entre os dispositivos e a decoração. Afinal, não adianta espalhar tomadas e interruptores por todos os ambientes poluindo as paredes. “É importante que tomadas e interruptores se harmonizem com a decoração proposta. O ideal é que eles tenham o tom mais aproximado da parede em que estejam instalados”, sugere Sandra.

Já os protetores decorados são mais indicados para os quartos de crianças e bebê. “A parte estética, funcional e decorativa do segmento de interruptores e tomadas é muito forte hoje em dia. As empresas que se sobressaem, inovam, buscam design arrojado, novas cores e formas tornando mais amplo esse item na decoração”, afirmam Ana Karina e Klazina.