Inadimplência em condomínios sobe mais de 21% em São Paulo

0
260
A inadimplência em condomínios da capital paulista cresceu 21,15% em abril
A inadimplência em condomínios da capital paulista cresceu 21,15% em abril

Em abril, foram ajuizadas 739 ações de cobrança por inadimplência em condomínios, contra 610 registradas no mês anterior, um aumento de 21,15%

Um levantamento feito pelo Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), realizado no Tribunal de Justiça do Estado, mostra que o número de ações de inadimplência em condomínios  por falta de pagamento da taxa de  subiu 21,15 % na capital paulista.

A inadimplência em condomínios da capital paulista cresceu 21,15% em abril

Em abril, foram ajuizadas 739 ações, contra 610 do mês anterior. Por outro lado, houve redução de 25,50% em relação ao mesmo mês do ano passado, com 992 ações. A tendência de queda também é verificada no acumulado do primeiro quadrimestre, com 2.667 ações, 19,77% a menos que as 3.324 registradas de janeiro a abril de 2013.

Nos últimos 12 meses – de maio de 2013 a abril deste ano -, foram ajuizadas 9.024 ações. Comparado aos 10.331 processos que deram entrada entre maio de 2012 a abril de 2013, a redução foi de 12,65%.

Ações
A recomendação do Secovi-SP é que síndicos e administradoras continuem as negociações de cobrança e promovam ações de conscientização dos condôminos quanto à importância desse pagamento para a saúde financeira do condomínio. O síndico deve estimular o condômino inadimplente a quitar dívidas, pois a maioria ainda prefere negociar amigavelmente, aconselha Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Sindicato.

Leia mais sobre o assunto.

Fonte: Secovi-SP.