Iluminação faz dobradinha entre o clássico e o contemporâneo

0
462
A iluminação tem algo a mais: a sensação de aconchego
A iluminação tem algo a mais: a sensação de aconchego
Diferentes ao extremo, mas que juntos formam uma composição harmônica e fascinante. A iluminação é uma boa forma de unir esses dois estilos e tornar o décor mais charmoso e atraente

Charmosa e cheia de requinte, a arquitetura clássica é dotada de detalhes que carregam consigo o revivalismo – fenômeno que resgata princípios e tradições de tempos passados. Já a arquitetura contemporânea contempla elementos de várias tendências. É, além disso, um estilo mais ousado, que exala criatividade.

Na decoração, esses dois opostos podem conviver harmonicamente e compor ambientes imponentes, que fascinam pela beleza. São vários os elementos que conseguem unir esses dois estilos decorativos, mas um especificamente faz isso muito bem: o projeto luminotécnico. “Utilizando apenas o recurso de iluminação, é possível sim conseguirmos o efeito”, opina a arquiteta e colunista do Portal emorar Estela Netto.

A profissional ensina como unir o clássico com o contemporâneo apenas com a iluminação e tornar o décor suntuoso: “Arandelas de bronze, inspiradas em antigas lanternas usadas no interior, trazem um ar de antiguidade e de aconchego. Elas caem bem numa sala de estar com adereços contemporâneos. Nesse mesmo espaço, dá para inserir um plafon e ainda uma luminária de coluna. Esses extremos opostos criam blocos antigos e pontuais num contexto atual. Combina e traz vida ao décor”.

O caráter do ambiente também influencia na hora de receber a mistura vintage com atual
O caráter do ambiente também influencia na hora de receber a mistura vintage com atual

Para a arquiteta, diferente de outros elementos que também são capazes de unir o clássico ao contemporâneo, a iluminação tem algo a mais: a sensação de aconchego. “O universo das sensações está muito ligado à luz. Uma iluminação mais acolhedora, relaxante ou performática, pode nos remeter a um determinado estilo”, defende.

O caráter do ambiente também vai influenciar muito na hora de receber a mistura vintage com atual. Por isso, é bom ficar atento à decoração como um todo e contar com ajuda profissional. “O espaço tem de ter uma personalidade, um conceito. Se isto estiver resolvido, outros elementos advindos de estilos diferentes só vão enriquecer e complementar”, afirma Estela.