Financiamento imobiliário cai 19% em junho

0
240
O crescimento do crédito imobiliário foi de 10%
O crescimento do crédito imobiliário foi de 10%

A diminuição do número de dias de trabalho em junho pela Copa do Mundo e o fraco desempenho da economia influenciaram os resultados do crédito para financiamento imobiliário no mês passado, segundo pesquisa da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Em junho de 2014, o volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis somou R$ 9 bilhões, recuo de 7% em relação a maio. Na comparação com junho de 2013 – quando se registrou o maior volume mensal dos últimos 20 anos, de R$ 11,2 bilhões – houve redução de 19%.

O crédito para financiamento imobiliário foi de R$ 9 bilhões em junho
O crédito para financiamento imobiliário foi de R$ 9 bilhões em junho

Apesar do menor número de dias úteis, em decorrência da Copa do Mundo, junho mostrou o segundo melhor resultado para o mês na história recente do Sistema Financeiro da Habitação (SFH). O presidente da Abecip, Octavio de Lazari Júnior, acredita numa recuperação do setor este ano. “Mantemos a expectativa de crescimento de 15% para este ano. É natural que com o PIB crescendo menos, o crédito para financiamento imobiliário tenha um crescimento mais tímido”, disse.

No primeiro semestre do ano, foram financiados R$ 53,1 bilhões para aquisição e construção de imóveis, resultado 7% superior ao de igual período do ano passado.

Em 12 meses, até junho de 2014, o volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis, com recursos das cadernetas de poupança do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), alcançou R$ 112,7 bilhões, superando em 18% o apurado nos 12 meses precedentes.

Unidades
Em junho, foram financiadas aquisições e construções de 42,4 mil imóveis, com redução de 8% em relação a maio e de 20% comparativamente a junho de 2013. Também neste caso as variações do crédito para financiamento imobiliário no mês devem ser atribuídas aos jogos do Brasil na Copa do Mundo e ao efeito estatístico da base de comparação (junho do ano passado com recorde de contratações).

Entre janeiro e junho deste ano, foram financiados 256,1 mil imóveis, volume 4,6% superior ao registrado em igual período de 2013.

No período de 12 meses compreendido entre julho de 2013 e junho de 2014, foram financiados 541,1 mil imóveis, número que superou em 12% as 483,7 mil unidades contratadas nos 12 meses anteriores.