Estilo industrial inspirou o loft

0
1661

Apesar da inspiração vir de Nova York, onde é comum espaços industriais serem convertidos em residências, a primeira versão urbana do loft data de 1950, na França. Os galpões e armazéns saíram do centro da cidade para áreas mais afastadas e esses espaços foram ocupados por artistas e profissionais liberais que ali passaram a morar e trabalhar.

lilianMais tarde, esses espaços foram sendo ocupados pelos yuppies, jovens bem sucedidos que investiam na bolsa de valores, e passaram a ser tendência.

As principais características do loft são a integração dos ambientes, o pé direito (altura do piso ao teto) elevado, a cozinha americana e o único quarto situado no mezanino. Este conceito contemporâneo que dispensa paredes virou tendência também na decoração. Mesmos os apartamentos que não têm a configuração de um loft podem ter a decoração industrial como premissa.

O conceito de loft, com quarto no mezanino, é tendência de moradia
O conceito de loft, com quarto no mezanino, é tendência de moradia

As tubulações elétricas e hidráulicas são aparentes, assim como as estruturas metálicas. O acabamento em tijolinho nas paredes, concreto ou madeira no piso remetem à volta dos materiais naturais. A beleza imperfeita é visualmente marcante, proporcionando um despojamento na composição.

O ambiente é cosmopolita, mas confortável, e objetos vintage conversam bem com peças atuais, assim como o monocromático com algumas cores vivas. A decoração minimalista pode mesclar temporalidades e estilos de móveis, criando um ambiente personalizado.

Misturar mobiliário reciclado com peças de design no estilo hi-low é sempre elegante. E, pra quem gosta do estilo pop, trazer a arte urbana para dentro de casa, como um painel em grafite, por exemplo, é apostar na cultura de rua como design.

Antiga gráfica em Barcelona, na Espanha, com piso em concreto e laje aparente, transformada em residência
Antiga gráfica em Barcelona, na Espanha, com piso em concreto e laje aparente, transformada em residência

Morar em um estúdio é descolado, típico de uma pessoa com personalidade.

Hoje é tendência o uso de materiais com aparência de usado, com desgaste. Nas edificações antigas, a beleza está no piso em concreto envelhecido pelo tempo, no charme do assoalho em madeira, na rusticidade do tijolinho, na singeleza da tubulação aparente.

Não há nada mais in que viver em um lugar com estas características.

A decoração industrial virou moda, como esta residência, em Manhattan
A decoração industrial virou moda, como esta residência, em Manhattan

O conceito continua evoluindo e se adequando às atuais necessidades, como sustentabilidade, ergonomia, usabilidade e eficiência energética. Portanto, o estilo industrial é sinônimo de inovação!

Lilian Fajardo é arquiteta e designer de interiores, trabalha com projetos residenciais e comerciais.

Apresenta a coluna “Arquitetando” toda quinta-feira às 18:00h, no último bloco do programa “Revista BHNews”, com reprise às 22:00h, na BHNEWS TV, canal 09 (Net), canal 29 (TV Aberta) ou pelo site www.bhnews.tv.br, em tempo real.

(31) 3227-8647 / 9968-8647

lfajardo.arq@gmail.com

www.lilianfajardo.blogspot.com.br

www.facebook.com/lilianfajardoarquitetura

SHARE
Artigo anteriorPrepare sua casa para temperaturas diversas
Próximo artigoCrédito imobiliário cresceu 3,4% em 2014
Lilian Fajardo é arquiteta, urbanista e designer de interiores. Trabalha com projetos residenciais e comerciais. Apresenta a coluna Arquitetando toda quinta-feira no programa Revista BHNews que começa às 17:30h, com reprise às 21:30h, na BHNews TV, canal 09 da NET ou pelo site www.bhnews.tv.br, em tempo real.