Escolha o imóvel ideal para seu escritório ou loja

1
309
Lojas de shopping contam com atrativos que incentivam a circulação de pessoas no ambiente

Vai montar um negócio? A assessoria de um arquiteto na escolha da localização do escritório ou loja e na idealização do projeto pode ser fundamental para que os resultados sejam positivos. O projeto arquitetônico é imprescindível para definir qual é a melhor opção. Além disso, por meio dele consegue-se transmitir a ideologia e conceito da marca e, claro, atrair o público. E não é só isso. Existem, por exemplo, diferenças significativas entre uma loja de rua e outra localizada em  shopping center.

A arquiteta Marina Dubal esclarece essas diferenças: “Lojas de shopping contam com uma série de benefícios coletivos que incentivam a circulação de pessoas no ambiente, como praça de alimentação e estacionamento. Já as lojas de rua não têm as taxas de condomínio, no entanto, dependem de um estudo e plano de negócios mais aprofundado para se identificar o ponto comercial adequado”.

Marina salienta que em termos de viabilidade, cada caso deve ser estudado isoladamente de acordo com o público que se deseja atingir. “Para entrar num shopping, é necessário a aprovação do projeto de arquitetura, assinado por um responsável técnico. Só que, apesar disso e de ser um local que estimula as vendas, não existem garantias de sucesso. Tudo depende do correto estudo e planejamento do negócio e diagnóstico da demanda a ser explorada”, analisa.

Portanto, é fundamental contar com um arquiteto na hora de escolher o ponto da loja e também para criar sua identidade. “Ao iniciar o empreendimento sem auxílio de um profissional, o empresário pode estar desvalorizando o próprio negócio. Com um projeto bem fundamentado, com layout, ambientação e iluminação definidos, as mercadorias são valorizadas e passam a atrair os clientes para o interior da loja. É muito comum ver iluminação deficiente ou inadequada que torna a loja com aspecto frio, sombreado e nada aconchegante”, ressalta Marina.

A disposição dos produtos e a vitrine são outros fatores decisivos para o sucesso do negócio, segundo a arquiteta. “Clientes anseiam por ambientes instigantes, criativos e aconchegantes. Locais onde possam fazer suas compras com tranquilidade, mas sem monotonia. O layout deve ser desenvolvido e projetado de maneira que estar na loja seja também uma experiência que acrescente algo”, lembra.

Pontuados os principais erros dos lojistas acontecem na hora de dar dicas para não mais cometê-los. “A identidade do comércio deve estar bem definida pelos donos no plano de negócios. A partir daí, é de responsabilidade do arquiteto materializar o conceito para atingir o público. Deve-se conseguir transmitir sensações, direcionar  fluxos, além de solucionar toda a parte logística de reposição de mercadorias, depósito etc.”, diz Marina.

  • Maria Cecília

    Acho que, como eu, muitas pessoas tem esse sonho de abrir o próprio negócio, mas nem todas tem acesso a informações preciosas como essa. Mais uma vez parabenizo o site por colocar a disposição do internauta oportunidade de conhecer o mercado e ajudar a realizar essa vontade de muitos brasileiros. Gosto e divulgo porque acredito no trabalho de vocês!!