Design de interiores: um pilar no meio do caminho

0
918
Pilar colorido como decoração

É comum que construções, principalmente as mais antigas, tenham pilar. Eles foram, por muito tempo, um obstáculo dos projetos de decoração. Mas agora podem ser integrados a ela de forma harmônica e criativa

Profissionais de arquitetura e decoração e design de interiores estão sempre buscando soluções para trazer conforto e beleza aos espaços. Muitas vezes, no meio do processo, eles têm que lidar com vários empecilhos e encontrar saídas. Um dos mais antigos impasses na execução de um projeto é o pilar. Durante muito tempo, a solução era escondê-lo, como reforça a designer de interiores Laura Santos: “Antes era comum fazer uma estante ou camuflá-lo com gesso e iluminação aparente, dando impressão de que aquele pilar nunca existiu e que aquele arranjo criado foi proposital”.

Para resolver a questão do pilar no meio da sala, o arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo inovou: revestiu o pilar de chapisco, o envolveu com vidro e especificou uma iluminação focada dando destaque ao elemento. Quase uma obra de arte!
Para resolver a questão do pilar no meio da sala, o arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo inovou: revestiu o pilar de chapisco, o envolveu com vidro e especificou uma iluminação focada dando destaque ao elemento. Quase uma obra de arte!

Agora, a alternativa é assumir o pilar no décor. “Na maioria dos projetos, principalmente quando a arquitetura já esta pronta, os pilares são inevitáveis. Em muitos casos, assumi-los é a melhor decisão. Tentar disfarçá-los às vezes pode chamar mais atenção para um objeto estrutural que não deve ter muito destaque”, alerta o arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo.

Segundo ele, a solução para incorporar o pilar na decoração de forma harmônica e discreta é lançar mão de texturas para revesti-lo. Mas como fazer isso de forma correta? Laura dá dicas: “Trazê-lo para a decoração é uma ótima opção. Para isso, pode-se revestir o pilar com espelho ou uma pintura diferenciada ou ainda um papel de parede. Fica muito bonito”.

Nesta sala, a designer de interiores Laura Santos optou por revestir o pilar com espelho e a viga com papel de parede o que proporcionou um excelente resultado visual
Nesta sala, a designer de interiores Laura Santos optou por revestir o pilar com espelho e a viga com papel de parede o que proporcionou um excelente resultado visual

As arquitetas Luciana Araújo e Nathália Otoni lembram que o acabamento usado no pilar vai depender do estilo e objetivo do projeto. Elas trazem ainda outras sugestões de revestimento para essa estrutura: “Painéis de madeira são uma boa pedida, usar pinturas e iluminação também. Outra opção é deixar o pilar na forma bruta de concreto ou metal”.

Para quem ainda não sabe o que fazer com o pilar, a dica é contar com a orientação de um profissional para conseguir explorar ao máximo os benefícios de assumir esse elemento de sustentação integrado ao visual da casa.

Leia mais sobre o assunto.