Decoração Kitsch tem seus adeptos

0
1775

Kitsch é um termo de origem alemã usado na decoração como um movimento figurativo considerado, algumas vezes, sem critério. A mescla de vários ícones culturais expressa a extravagância de formas e liliantonalidades. As preferências individuais não são levadas em conta e a decoração kitsch é reprovada por uns e tida como um modo de vida para outros que não seguem modismos.

O exagero de informações que não harmonizam entre si é uma das características deste conceito estético. Muitos objetos consagrados, retirados do seu contexto, podem configurar um ambiente kitsch. Um exemplo clássico é o pinguim de geladeira.

Clássica definição de decoração kitsch: pinguim sobre geladeira retrô vermelha e azulejos estampados ao fundo
Clássica definição de decoração kitsch: pinguim sobre geladeira retrô vermelha e azulejos estampados ao fundo

O mix de elementos e cores pontuam esta designação tanto para a decoração quanto para a moda. Muitos, pejorativamente, a consideram cafona. É um exagero que alguns consideram fashion. O que seria do amarelo se todos gostassem do azul?

Moda kitsch
Moda kitsch

O contraste de estampas e texturas é predominante. A intenção não é chocar, mas inovar, sair do padrão social da classe alta.

Há quem confunda kitsch com brega. O brega é sinônimo de mau gosto e o kitsh é irreverente, lúdico.

Muitos elementos psicodélicos dos anos 1970 são utilizados no conceito kitsch, mas não podemos defini-lo como retrô.

A mescla de cores, estampas e texturas predomina neste estilo de decoração
A mescla de cores, estampas e texturas predomina neste estilo de decoração

Na maioria das casas, podemos encontrar um ou outro elemento considerado kitsch, como anões de jardins, flores artificiais, imãs de geladeira, jarras em formato de abacaxi e forros de mesa plastificados. Não podemos definir como estrambótico, pois não deixa de ser uma forma de expressão artística.

Restaurante em Barcelona inspirado no estilo kitsch
Restaurante em Barcelona inspirado no estilo kitsch

O conceito estético ressalta a abundância decorativa e a trivialidade, superando a fronteira da arte popular e se tornando, praticamente, uma arte erudita.

O ambiente é colorido e alguns elementos de composição imitam materiais nobres
O ambiente é colorido e alguns elementos de composição imitam materiais nobres

Ser kitsch é assumir um estilo de vida próprio sem a preocupação com o julgamento alheio. O sinônimo de kitsch é liberdade!

Lilian Fajardo é arquiteta e designer de interiores, trabalha com projetos residenciais e comerciais.

Apresenta a coluna “Arquitetando” toda quinta-feira às 17:45h, no último bloco do programa “Revista BHNews”, com reprise às 22:00h, na BHNEWS TV, canal 09 (NET), canal 29 (UHF) ou pelo site www.bhnews.tv.br, em tempo real.

(31) 3227-8647 / 9968-8647.

lfajardo.arq@gmail.com

www.lilianfajardo.blogspot.com.br

www.facebook.com/lilianfajardoarquitetura.

SHARE
Previous articleVenda de apartamentos em BH cresce 3%
Next articleAluguel em São Paulo cai 0,2% em fevereiro
Lilian Fajardo

Lilian Fajardo é arquiteta, urbanista e designer de interiores. Trabalha com projetos residenciais e comerciais. Apresenta a coluna Arquitetando toda quinta-feira no programa Revista BHNews que começa às 17:30h, com reprise às 21:30h, na BHNews TV, canal 09 da NET ou pelo site www.bhnews.tv.br, em tempo real.