Crédito imobiliário cai 15,8% no 1º semestre

0
734
Crédito imobiliário destinou R$ 44,8 bilhões para a compra e construção da casa própria no 1º semestre
Crédito imobiliário destinou R$ 44,8 bilhões para a compra e construção da casa própria no 1º semestre
Dados da Abecip mostram queda do crédito imobiliário também em junho

O crédito imobiliário caiu 15,8% no primeiro semestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2014, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). No primeiro semestre, foram destinados R$ 44,8 bilhões para aquisição e construção de imóveis, resultado 15,8% inferior ao apurado no mesmo período do ano passado.

Crédito imobiliário destinou R$ 44,8 bilhões para a compra e construção da casa própria no 1º semestre

Em junho, o volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis somou R$ 5,9 bilhões, com crescimento de 5,1% comparativamente a maio. Mas em relação a junho de 2014 houve queda de 35,6%. O desempenho das concessões de crédito imobiliário no bimestre maio/ junho refletiu as medidas restritivas adotadas por parte dos agentes de mercado em face da redução dos recursos da poupança.

No período de 12 meses, até junho, o volume de empréstimos com recursos das cadernetas de poupança do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) alcançou R$ 104,4 bilhões, queda de 7,4% em relação ao apurado nos 12 meses precedentes.

Financiamentos Imobiliários – Unidades 

Em termos de quantidade, foram alocados recursos para construção e aquisição de 25,6 mil imóveis em junho, resultado 40,6% inferior ao registrado em junho de 2014. Comparado a maio deste ano, houve aumento de 26,3% no número de imóveis financiados.

No primeiro semestre, cerca de 200 mil imóveis foram financiados, queda de 22,1% em relação ao mesmo períod de 2014. Nos últimos 12 meses, até junho, foram financiados 481,5 mil imóveis, correspondendo a um recuo de 11,1% em relação aos 12 meses precedentes.

Poupança

As sucessivas elevações da taxa básica de juros desde outubro do ano passado favoreceram a remuneração dos produtos concorrentes das cadernetas de poupança, em especial aqueles que utilizam a Selic como referencial de remuneração. Com isso, os depósitos de poupança dos agentes financeiros do SBPE registraram saídas ao longo do primeiro semestre deste ano. Em junho, a captação líquida foi negativa em R$ 7,1 bilhões.

Gráfico da Abecip mostra o volume de crédito imobiliário
Gráfico da Abecip mostra o volume de crédito imobiliário