Copa 2018: prepare sua casa para o mundial

0
73
Projeto Nina Abadjieff. A compra da TV para a Copa 2018 deve se basear na medida do espaço disponível da sala. Sendo assim, não adianta adquirir uma grande TV se ambiente não comporta. Foto: Divulgação
Projeto Nina Abadjieff. A compra da TV para a Copa 2018 deve se basear na medida do espaço disponível da sala. Sendo assim, não adianta adquirir uma grande TV se ambiente não comporta. Foto: Divulgação
A Copa 2018 está chegando. Saiba como deixar a sua casa confortável e atraente para receber os convidados na hora de assistir aos jogos 

A Copa 2018 começa em 14 de junho. A poucos dias para do maior evento de futebol mundial, que acontecerá na Rússia, saiba que ainda há tempo para deixar a sua casa bastante festiva e acolhedora para agradar a todos os torcedores.

A arquiteta e designer de interiores Gláucia Britto indica que o primeiro passo a ser dado quando se propõe a receber convidados em casa é checar quantas pessoas vai receber, para que elas se sintam confortáveis. Conferir todos os itens e mobiliários dos ambientes é importante para não deixar passar nada. “Se a sua TV fica na sala de estar ou no espaço gourmet é preciso averiguar se a iluminação está correta, se não tem nenhuma lâmpada queimada. Os móveis precisam estar preparados para receber um grande número de pessoas, como um sofá bastante confortável, por exemplo”, afirma.

Projeto Gláucia Britto. Sala de TV com inúmeros acentos permite receber um número grande de pessoas com conforto. Foto: Jomar Bragança
Detalhes para a compra do novo televisor

De acordo com a profissional, se o anfitrião for adquirir um novo televisor, é extremamente importante se apegar a alguns detalhes que fazem toda a diferença. “Ao comprar uma TV nova para a Copa 2018 é preciso analisar o seu espaço físico, principalmente o espaço que há entre a TV e o sofá, para que se saiba qual o tamanho ideal do aparelho a ser adquirido. Não adianta obter uma TV enorme se o seu sofá fica muito próximo a ela. Tem que avaliar tudo isso”, indica.

A arquiteta e colunista do Portal Emorar Nina Abadjieff ressalta que as distâncias mínimas entre o assento e o televisor devem ser respeitadas para que não cause nenhum dano aos convidados. “Elas são muito importantes para não prejudicar a audição e a visão dos usuários. Para uma TV de 50 polegadas, por exemplo, a distância mínima é de 1,9m, já um televisor de 55 polegadas, o espaço mínimo deve ser de 2,1m”, explica.

O tamanho do sofá também precisa ser pensado na composição do ambiente. Além de ter um assento confortável, ele não pode destoar do restante do decoração, nem ser muito maior do que deveria, de acordo com o layout.

Segundo a arquiteta Gláucia Britto, o sofá tem que ter uma estética atraente, mas o conforto é sempre o primordial. Foto: Jomar Bragança
Segundo a arquiteta Gláucia Britto, o sofá tem que ter uma estética atraente, mas o conforto é sempre o primordial. Foto: Jomar Bragança
Escolha o sofá indicado

Para Gláucia Britto, o sofá mais indicado é o que fique em uma posição mais reta, pois os convidados ficarão sentados e não deitados para ver o jogo. “O sofá precisa ter uma estética bacana, mas o conforto tem que ser a prioridade. Uma boa espuma e a densidade adequada interferem muito no assento. A profundidade precisa ter cerca de 90 cm a 1 metro. O tecido tem que ser um que não esquente e, claro, sempre de acordo com o estilo de decoração da casa. Em se tratando de Copa do Mundo, ele precisa comportar o maior número de pessoas possível, mas dentro da proporção da sua sala”, avisa.

Projeto Gláucia Britto. Servindo tanto de acento quanto de mesinha de apoio, os puffs são verdadeiros curingas. Foto: Jomar Bragança
Projeto Gláucia Britto. Servindo tanto de acento quanto de mesinha de apoio, os puffs são verdadeiros curingas. Foto: Jomar Bragança

Para comportar um maior número de convidados sentados, o uso de banquinhos e pufes se encaixa perfeitamente à situação. “Os pufes são curingas. Se aparece mais algum convidado que você não esperava, ele serve como um assento a mais e, às vezes, até mesmo como uma mesinha ou aparador. Eles são versáteis e podem ser levados para qualquer ambiente. Banquinhos de bar também são ótimas opções, principalmente se for receber os convidados no espaço gourmet”, indica Gláucia Britto.

Mesas de apoio

Outros itens importantes para que todos se sintam à vontade e aproveitem os jogos são as mesas de apoio, tanto de centro quanto de canto. “Os aparadores também fazem ótima composição para servir petiscos e apoiar os copos dos convidados. Se a sala de jantar é próxima à sala de TV deixe uma mesa já posta para que os convidados possam ir até lá se servirem. Se forem assistir ao jogo no espaço gourmet, fica ainda mais fácil dispor de mesas e bancadas para servir a todos. Monte de uma forma mais despojada e que seja a cara da Copa”, ensina Gláucia Britto.

Projeto Nina Abadjieff. Puff e aparador lateral dão suporte a sala TV. Foto: Osvaldo Castro
Projeto Nina Abadjieff. Puff e aparador lateral dão suporte a sala TV. Foto: Osvaldo Castro

Alguns jogos da Copa 2018 acontecem pela manhã, já que o fuso horário da Rússia em relação ao Brasil são de seis horas a mais. Assim, um brunch ou mesmo café da manhã são ideais para satisfazer aos convidados. “Os aparadores atrás do sofá ou em espaços laterais do ambiente são bem atrativos e perfeitos para servir as comidinhas aos convidados”, diz Nina Abadjieff.