Construção civil tem maioria do trabalho escravo no Brasil

0
574
Em 12 meses, o Sinapi subiu 5,67%, segundo o IBGE
Em 12 meses, o Sinapi subiu 5,67%, segundo o IBGE

Um balanço divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostra que em 2013, o setor da construção civil foi o que mais teve autuação por trabalhadores em situação análoga a de escravo. Segundo os dados do MTE, o setor teve 36 fiscalizações e 849 trabalhadores resgatados.

A construção civil superou a agricultura em número de casos em 2013, que teve 342 trabalhadores resgatados. As cidades de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais, com 173 casos, e Guarulhos, em São Paulo, com 111 caos, foram as recordistas em casos do setor.

Construção civil teve 849 operários resgatados por trabalho escravo em 2013
Construção civil teve 849 operários resgatados por trabalho escravo em 2013

Segundo a Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae), da Secretaria de Inspeção do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego (SIT/MTE) foram alcançados pela fiscalização do órgão 27.701 trabalhadores, formalizados ou não, sendo que do total de resgatados 1.068 estavam no meio urbano, o que equivale, pela primeira vez no histórico das ações fiscais, um número acima de 50% do total de trabalhadores resgatados.

As autuações do Ministério do Trabalho e Emprego resultaram em mais de R$ 8 milhões pagos a título de verbas rescisórias e foram lavrados 4.327 autos de infração em face das irregularidades encontradas.

Dados – De acordo com os dados divulgados pela Divisão de Fiscalização, das cinco ações fiscais que encontraram as maiores quantidades de trabalhadores em condições análogas às de escravo, quatro foram de caráter urbano. Os quadros a seguir demonstram os resultados da fiscalização em 2013:

POSIÇÃO ESTADO MUNICÍPIO ATIVIDADE QUANTIDADE
MG Conceição do Mato Dentro Construção Civil 173
SP Guarulhos Construção Civil 111
RJ Rio de Janeiro Alimentação 93
CE Granja Coleta da palha da carnaúba 85
GO Itaberaí Construção Civil 70

As atividades com maior incidência de ações fiscais nas quais foram identificados trabalhadores em situação análoga à de escravo, em nível nacional, foram:

Atividade Fiscalizações

Pecuária

44

Construção Civil

36

Agricultura

23

Outros

46

Total

149

Fonte: MTE.