CAIXA reduz financiamento para imóveis usados

0
313
O financiamento para imóveis usados nas operações com recursos da poupança passará de 80% para 50% do valor
O financiamento para imóveis usados nas operações com recursos da poupança passará de 80% para 50% do valor

A Caixa Econômica Federal confirmou que reduzirá o limite de financiamento para imóveis usados a partir de segunda-feira (04/05). Segundo o banco, principal responsável pelo financiamento de imóveis no país, o foco deste ano será o financiamento de imóveis novos, “com destaque para a habitação popular – operações do Minha Casa, Minha Vida e recursos do FGTS”, que não sofrerão nenhuma alteração.

O financiamento para imóveis usados nas operações com recursos da poupança passará de 80% para 50% do valor
O financiamento para imóveis usados nas operações com recursos da poupança passará de 80% para 50% do valor

A partir da próxima semana, o limite de financiamento para imóveis usados nas operações com recursos da poupança (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) passará de 80% para 50% do valor total do imóvel nas operações do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e de 70% para 40% no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), pelo Sistema de Amortização Constante (SAC).

Com as mudanças, o consumidor que comprar imóvel usado pelo SFH, que atualmente precisa de uma entrada mínima de 20%, terá de dar uma entrada de, pelo menos, 50% e financiar a outra metade.

No caso do SFI, o comprador, que hoje pode dar uma entrada mínima de 30%, terá, a partir da próxima semana, de pagar pelo menos 60% do valor do imóvel, financiando com a Caixa no máximo 40%.

Segundo o colunista do Portal emorar Kênio Pereira, especialista em Direito Imobiliário, a Caixa deve mudar as regras do financiamento também para imóveis novos. “Se isso acontecer, vai prejudicar  muito quem comprou imóvel na planta, pensando em financiar o restante junto a Caixa depois de expedido o Habite-se. Muitos distratos de negócios podem acontecer”, diz Kênio.

Em 2015, a CAIXA já aumentou os juros imobiliários duas vezes. A primeira em janeiro. Em abril, o reajuste foi de 0,3 ponto percentual para todas as formas de relacionamento com o banco. Nos financiamentos feitos pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH),  para quem não é cliente do banco, os juros subiram  de 9,15% para 9,45% ao ano. Leia mais sobre o aumento de juros imobiliários da CAIXA.

Com informações da Agência Brasil.