Arquitetura dá dicas para montar seu bar em casa

0
510
Projeto da arquiteta Marina Dubal
Projeto da arquiteta Marina Dubal

Para evitar a perigosa combinação entre álcool e direção, projetos arquitetônicos já preveem espaços destinados a montar seu bar em casa, uma forma de levar para dentro das casas a atmosfera alegre e leve das rodas de bebidas, mas com segurança

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), todo ano morrem no Brasil aproximadamente 42 mil pessoas vítimas de acidentes no trânsito. Segundo o Ministério da Saúde, 21% das ocorrências de acidentes de trânsito envolvem o consumo de álcool.

Projeto da arquiteta Marina Dubal
Projeto da arquiteta Marina Dubal

A rigidez e maior fiscalização da Lei Seca fizeram com que os hábitos mudassem. Muita gente agora opta por um táxi. O problema é que muitas vezes encontrar um táxi disponível é tarefa complicada. Uma solução viável para quem não abre mão da cervejinha no fim de semana é reunir amigos e beber em casa. Os projetos arquitetônicos preveem espaços exclusivos a esse costume  e para montar seu bar em casa.

“Os encontros organizados dentro de nossas acomodações são sempre mais confortáveis, privativos, seguros e ainda mais econômicos. Com isso é sempre válido nos projetos a inclusão de um espaço para bebericar, degustar e saborear. Estes espaços podem ser desde cozinhas gourmet superequipadas a pequenos bares ou apoios gourmet”, comenta o arquiteto  Luis Fábio Rezende de Araújo.

Nesta sala de jantar, o arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo criou uma marcenaria de vidro onde as taças e as lindas garrafas de bebida ficam em evidência
Nesta sala de jantar, o arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo criou uma marcenaria de vidro onde as taças e as lindas garrafas de bebida ficam em evidência

O ideal é que o ambiente do bar esteja integrado a outros espaços da casa. “Uma forma bacana de conseguir essa conexão é através de uma bancada com um móvel que dê apoio, onde possa ter taças e outros objetos. A marcenaria deve ser sob medida e permitir uma composição sofisticada e funcional”, ensina a arquiteta Marina Dubal.

Para Luis Fábio é interessante criar um estar ou ambiente de conversação com o apoio de um bar, assim, a proposta do espaço é mais ampla e ele pode ser aproveitado para outras atividades de lazer. Ele dá dicas de objetos e móveis para compor esse cantinho: “Um bom armário que, com as portas abertas, vira um excelente apoio gourmet, ou mesmo pequenos móveis acoplados a carrinhos (volantes) de apoio. Podemos especificar ainda uma estante toda aberta que mescla, além das bebidas e utensílios necessários para este consumo, adornos, livros, obras de arte e outros”.

 Marina destaca elementos essenciais nesse tipo de ambiente: “Espaço para  se sentar é crucial. É necessário ter esse suporte, já que as pessoas passarão algum tempo degustando bebidas e conversando”.  Luís Fábio também lembra outros objetos que não podem faltar: “É importante pensar em gavetas para guardar acessórios, saca-rolhas, guardanapos, abridores e talheres. Uma adega e um frigobar são sempre bem-vindos. Se houver a possibilidade, vale a pena uma cuba para a lavagem de alguma peça quando necessário, assim, não depende-se tanto da cozinha principal”.

Neste projeto, arquiteta Marina Dubal especificou um móvel sob medida para fazer as vezes de bar
Neste projeto, arquiteta Marina Dubal especificou um móvel sob medida para fazer as vezes de bar

Caso seja da preferência do usuário, o bar pode ficar mais em segundo plano na decoração para que o ambiente não tenha tanto cara de comercial. Dessa forma, a harmonia do décor não é alterada. “Este espaço é realmente uma necessidade nos projetos, mas ele pode acontecer despercebido. Podemos usar dele apenas a sua função, deixando a aparência oculta”, lembra Luís Fábio.