Arquitetura dá dicas para deixar as casas mais seguras

0
341
Muros em casas podem proporcionar o efeito contrário de segurança ao esconder dos vizinhos uma movimentação estranha na residência

O projeto arquitetônico faz estudos, como o posicionamento de acessos e aberturas, que tornam a casa mais segura antes mesmo de ser construída

No Brasil, infelizmente, é corriqueiro que casas e apartamentos sejam roubados. Só na capital mineira, em 2012, foram registrados 335 roubos a residências e 2.887 arrombamentos, segundo balanço da Polícia Militar. Diante da sensação de medo e insegurança, muitos optam por morar em apartamentos, alegando que são mais seguros. No entanto, para quem não abre mão do conforto e do espaço de uma casa, profissionais de arquitetura dão dicas de como deixar o lar mais seguro.

“O projeto de uma residência possibilita estudar com detalhe questões de acessos, posicionamento de aberturas e especificação de esquadrias. Assim, pode-se reforçar a segurança e usar vários sistemas, que integrados, vão proteger mais a família, fazendo com que a sensação de constante medo seja menor”, salienta a arquiteta Marina Dubal.

Além disso, há a automação, como lembra Adriana Moravia, também arquiteta: “Essa tecnologia permite, por exemplo, que sejam instaladas câmeras que transmitem imagens em tempo real, via internet, para aplicativos instalados em smartphones e tablets. Assim, os moradores podem visualizar seus imóveis quando estão trabalhando ou viajando, mesmo a quilômetros de distância”.

Há ainda outros recursos que, combinados, podem tornar a casa uma verdadeira fortaleza. “Pode-se lançar mão de alarmes que funcionam por meio de sensores de calor e movimento, circuito interno de TV, sistemas de controle de acesso que funcionam por meio de cartões magnéticos e cerca elétrica”, destaca Adriana.

Já as opções mais tradicionais, como muros altos, precisam ser reavaliadas. “Quanto mais se isola um imóvel da rua com muros altos, mais difícil será contar com o apoio de vizinhos e transeuntes em um momento de necessidade”, comenta Marina. A mesma opinião é compartilhada por Adriana. “Os vizinhos podem ver alguém pulando a grade e chamar a polícia. Quando o muro é todo fechado impossibilita a visualização”, explica.

Com tantas opções de sistema de segurança e com a ajuda da arquitetura para que, ainda no projeto, sejam analisados itens que tornam a casa mais segura, dá para viver com mais tranquilidade, ter aquele belo jardim, uma ampla garagem, e um espaço generoso para os churrascos em família. Prazeres que aqueles que moram em uma casa podem desfrutar.

Leia mais sobre segurança residencial.