Arquitetura com sustentabilidade

0
246

Nos últimos dez anos, nenhum assunto esteve mais em voga do que a sustentabilidade. Esse debate constante revela a preocupação das pessoas e das corporações de preservar o meio ambiente e manter o equilíbrio da natureza, mesmo com o crescimento econômico. E, claro, a arquitetura não ficaria de fora dessa. Projetos sustentáveis são tendências que despontam como uma solução para essa geração que nasce com a necessidade de cuidar do espaço em que vive.

João Carlos Moreira Filho, arquiteto, aponta a sustentabilidade para os clientes como uma possibilidade. “Não são muitos clientes que pedem um projeto sustentável, na verdade, é uma procura muito recente. Muitas vezes, somos nós mesmos, arquitetos, que indicamos algumas atitudes sustentáveis”, explica.

Pequenos detalhes no projeto são decisivos para seguir esse padrão, como orienta a decoradora Maria Thereza Terence: “Algumas atitudes simples podem gerar resultados muito bons, como usar energia solar, projetar janelas maiores, que conferem boa iluminação e diminuem o consumo de energia e, se possível, viradas para a fachada sul, para não aquecer o ambiente”, sugere.

Projetos nesse modelo podem evitar problemas comuns no cotidiano de muitas cidades. O destino do lixo é um exemplo de outra dificuldade encontrada por muitas metrópoles. Os profissionais, então, apontam ações que geram economia para o bolso e o ambiente: “É importante usar materiais de fácil manutenção e que diminuem o gasto com novos produtos. Dessa forma, é reduzida a quantidade de lixo e poluição. Outro ponto importante é o reaproveitamento da água da chuva ou dos ralos para regar o jardim. Também deve se manter o máximo de área permeável ou, se for possível, fazer caixas de contenção que retardem o despejo da água para as tubulações da cidade evitando enchentes”, enumera Maria Tereza.

O século XXI caminha para a tendência das construções que visam frear a degradação ambiental e preservar o equilíbrio do planeta. “Se ao construir, todos se preocupassem com estas pequenas atitudes, conseguiríamos contribuir bastante com o meio ambiente”, conclui João Carlos.

Neste salão, projetado pela dupla João Carlos Moreira e Maria Thereza Terence, janelas grandes reduz o consumo de energia elétrica, algo que é bastante consumido neste tipo de empreendimento.

de hoje2

Paredes, tetos e pisos brancos refletem a luz e potencializam o seu efeito