Área de lazer deve ter conforto e comodidade

0
836
Área de lazer projetada pelas arquitetas Roziane Faleiro e Patrícia Guerra

O nome já diz tudo. A área de lazer é destinada ao descanso e à diversão da família. É nesse espaço que as pessoas se esquecem dos problemas e do trabalho e se dedicam a uma única atividade: o entretenimento. Seja apenas para relaxar, ler um livro, fazer uma reunião com os amigos ou churrascos para família, esse ambiente tem que ser agradável e cômodo. Por isso, não basta uma decoração bonita e aconchegante. Os móveis especificados para a área de lazer também devem ser confortáveis. Desta forma, as pessoas se sentirão mais à vontade para desfrutar dos momentos de lazer.

Segundo as profissionais as arquitetas Roziane Faleiro e Patrícia Guerra, o mobiliário de fibra sintética é o mais indicado para a área de lazer. “Normalmente os móveis feitos a partir desse material são maiores e mais valorizados pela composição de almofadas e tecidos coloridos, florais ou listrados”, explicam. Já a arquiteta Marina Dubal lembra que “a escolha do design vai depender do layout do projeto” e que “hoje, o mercado oferece vasta diversidade de móveis para este ambiente”.

Patrícia, Roziane e Marina concordam que deve-se evitar móveis revestidos com tecidos para área de lazer, a não ser que seja um tecido náutico, próprio para a exposição ao sol e contato com a água. Marina destaca que “os materiais sintéticos, em polipropileno e acrílico são opções mais viáveis”. Patrícia e Roziane reforçam a importância da manutenção, mesmo nos materiais específicos para locais abertos: “É bom lembrar que as manutenções temporárias serão necessárias, pois o desgaste causado pelas intempéries é inevitável”.

Marina enfatiza que, além da preocupação com o mobiliário, a decoração da área de lazer deve ser multifacetada. “A decoração deste espaço deve ser flexível, já que os eventos variam de proporção, número de pessoas e função. O ideal são móveis modulados, que possam ser unidos ou separados dependendo da ocasião. Para os estofados, as cores claras são preferíveis, pois não desbotam facilmente”, ensina Marina.

Roziane e Patrícia dão mais dicas que unem conforto e beleza neste ambiente. “Primeiro, deve ser feito um layout com mobiliário dimensionado dentro das proporções do ambiente. O indicado é que a vista e a contemplação do entorno seja ressaltada. Para isso, as composições com vasos, paisagismo, luminárias, peças de piso e pufes são boas pedidas. Além disso, um grande ombrelone, estrategicamente posicionado, pode ser uma opção para tornar aquele cantinho inutilizável por causa do sol em mais um espaço para o divertimento. O ombrelone garante aquela sombra que torna tudo mais agradável”, concluem.