Aluguel em São Paulo cai 1% em julho

0
277
Em 12 meses, os valores do aluguel em São Paulo caíram 1,8%
Em 12 meses, os valores do aluguel em São Paulo caíram 1,8%
Imóveis de 3 quartos  registraram a maior queda de aluguel em São Paulo 

Os contratos de aluguel  em São Paulo, do tipo residencial, apresentaram redução média de preço de 1% em julho, em comparação com os contratos fechados no mês anterior. Em relação à situação de 12 meses atrás, os valores de locação registraram variação negativa de 1,8%, aponta pesquisa do Sindicato da Habitação (Secovi-SP). No mesmo período, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) apresentou alta de 6,97%. “Tem aumentado, nos últimos meses, a diferença entre a variação do aluguel e o IGP-M. E pode aumentar ainda mais, se a inflação continuar subindo”, avalia Mark Turnbull, diretor de Locação do Secovi-SP.

Em 12 meses, os valores do aluguel em São Paulo caíram 1,8%
Em 12 meses, os valores do aluguel em São Paulo caíram 1,8%

Os imóveis que tiveram as maiores reduções do aluguel em São Paulo em julho, comparativamente a junho, foram os de 3 quartos com uma variação negativa de 1,4%. A queda dos imóveis de 2 quartos foi de 1,1%, enquanto a retração nos valores de locação das unidades de 1 quarto atingiu 0,6%.

O tipo mais usado de garantia locatícia foi o fiador, responsável por 46,5% dos aluguéis contratados. Outra forma muito comum de garantia, o depósito de até três meses de aluguel viabilizou 34% das moradias locadas. O seguro-fiança foi utilizado por 19,5% dos contratos.

Os apartamentos foram alugados mais lentamente do que as casas. Eles foram ocupados num prazo entre 24 e 49 dias. Já as casas, em um período de 17 a 42 dias.

Tatuapé

Mensalmente, a Pesquisa de Locação do Secovi-SP analisa dados históricos dos valores de locação residencial negociados por bairros. O Tatuapé é o bairro avaliado neste mês. O distrito, com área equivalente a 8,43km2, está localizado na região Leste do município de São Paulo. Conforme o Censo 2010 do IBGE, o distrito possui 32.734 domicílios e aproximadamente 91,5 mil habitantes. O rendimento médio mensal dos responsáveis pelos domicílios é de R$ 4.121.

De acordo com a pesquisa mensal do Secovi-SP, imóveis em bom estado de conservação e com vaga de garagem contratados em julho registraram valor médio por metro quadrado útil/construído de R$ 26,47 (imóveis de 1 dormitório), R$ 19,50 (2 dormitórios); e de R$ 18,15 (3 quartos).