Aluguel em Belo Horizonte sobe o triplo da inflação em agosto

0
294
Preço de aluguel teve queda de 6,11% nos últimos 12 meses
Preço de aluguel teve queda de 6,11% nos últimos 12 meses

Em 12 meses a alta foi de 6,25%, segundo pesquisa do IPEAD/UFMG

O índice referente aos preços médios dos aluguéis residenciais em Belo Horizonte subiu 0,30% em agosto, segundo o Instituto de Pesquisas Econômicas e Administrativas de Minas Gerais (IPEAD), da UFMG. No mesmo período, o IPCA/IPEAD – indicador da inflação na capital mineira teve alta de 0,10%. No período de 12 meses, o aluguel residencial subiu 6,25%.

A pesquisa mostra que em agosto os aluguéis de apartamentos subiram 0,29%, de barracões 0,82% e de casas 0,25%.

Segmentada por classes de bairros, a pesquisa aponta que os aluguéis de apartamentos apresentaram as seguintes variações: classe Popular: 0,51%; classe Médio: 0,35%; classe Alto: 0,38% e classe Luxo: 0,17%.

A oferta de imóveis para aluguel residencial subiu de 2,69% em agosto. A oferta de apartamentos para alugar cresceu 2,15%. O indicador de oferta por tipo de imóveis apresentou variação de 2,15% para apartamentos, -8,11% para barracões e 9,00% para casas.

Médias dos aluguéis dos imóveis residenciais (R$) por região administrativa. Fonte: IPEAD (*)

Região Administrativa

Imóvel Residencial

Apartamento

Barracão

Casa

Barreiro

954,94
(89)

568,82
(17)

1.170,59
(34)

Centro-Sul

2.539,90
(929)

2.655,00
(6)

6.514,55
(55)

Leste

1.235,00
(94)

589,00
(10)

1.520,45
(22)

Nordeste

1.243,43
(143)


(3)

1.431,48
(27)

Noroeste

1.061,97
(89)

608,75
(8)

1.294,03
(32)

Norte

973,93
(28)

1.375,00
(6)

Oeste

1.653,58
(208)

2.744,12
(17)

Pampulha

1.467,87
(303)

3.627,43
(49)

Venda Nova

828,43
(7)

1.047,14
(7)

(*) O valor entre parênteses representa o número de imóveis utilizados no cálculo da respectiva média. Na maioria das vezes, somente são   publicados valores médios obtidos a partir de quatro imóveis pesquisados. Os casos em que não foi pesquisado nenhum imóvel são indicados   por hífen (-).   Os valores médios referentes a apartamentos de 1 e 2 quartos da classe luxo são influenciados pela oferta de Flats.  

O preço médio dos aluguéis comerciais na capital mineira subiu 0,55% em agosto. Por tipo tipos imobiliários, o levantamento mostra as seguintes variações nos preços médios: andares corridos: 0,94%; casas comerciais: 0,99%; galpões: 0,10%; lojas: 0,43% e salas: 0,48%.

A oferta de imóveis comerciais apresentou alta de 11,99%. Por tipos de imóveis, a oferta comercial em agosto foi a seguinte: andares corridos: 45,83%; casas comerciais: -25,87%; galpões: 9,52%; lojas: 7,64% e salas: 19,17%.